Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Segunda temporada da série Orphan black tem como foco a conspiração científica

Saiba mais sobre a atração e os personagens da atriz Tatiana Maslany

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:22/02/2015 08:01Atualização:20/02/2015 12:06
A personagem Sarah Manning, interpretada por Tatiana Maslany, é o centro da história
 (Steve Wilkie/Divulgação)
A personagem Sarah Manning, interpretada por Tatiana Maslany, é o centro da história
Sucesso de crítica, o seriado Orphan black estreia a segunda temporada nesta terça-feira no Brasil. A trama chega ao país com atraso em relação à exibição nos Estados Unidos e no Canadá - onde a série está com a terceira sequência garantida e deve estrear em abril. O lançamento brasileiro terá a exibição de dois episódios: Natural sob coação, às 21h, e Estímulos sonoros e religião, às 22h. Depois, o programa segue com novos capítulos sempre às terças, às 21h, no canal A&E.

Orphan black é uma série de ficção científica protagonizada pela atriz canadense Tatiana Maslany, que interpreta oito papéis: as clones Sarah Manning, Alison Hendrix, Cosima Niehaus, Rachel Duncan, Helena, Beth Childs, Katja Obinger e Jennifer - personagem inserida nesta temporada.

Sarah Manning é o centro da história. Ela é uma orfã que vive nas ruas e testemunha o suicídio de uma mulher muito parecida com ela. Sarah assume a identidade da mulher, a detetive Elisabeth Childs, e, a partir daí, descobre uma conspiração envolvendo clonagem humana.

A segunda temporada começa no momento em que Sarah busca pela filha, Kira. O desaparecimento da pequena pode ser um ponto importante para descobrir mais informações do misterioso experimento científico com clones.

Saiba mais sobre os oito personagens de Tatiana Maslany:

Sarah Manning (Tatiana Maslany)
Sarah já percorreu mais de uma vez o inferno dos clones. E em sua odisseia, foi descobrindo uma força e uma determinação que jamais imaginou que tivesse. Ainda assim, ela segue imersa no centro de uma batalha intensa, a de uma jovem rebelde e imprudente contra as forças mais poderosas e obscuras. Mas logo que descobre que sua filha está desaparecida, Sarah embarca em uma missão para encontrá-la e, dessa maneira, possivelmente, chegar o mais perto possível de solucionar o mistério de sua verdadeira identidade.

Alison Hendrix (Tatiana Maslany)

Alison chegou a um acordo com o Instituto Dyad para manter seu acomodado estilo de vida. Mas seu mundo está ruindo, e bem debaixo dos seus pés. Acreditando que sua amiga e vizinha Aynsley era quem a vigiava, Alison cruzou os braços e a deixou morrer triturada por um caminhão de lixo. Agora, sentindo-se responsável por essa morte, Alison começa a descobrir uma série de verdades perturbadoras, as quais acabam empurrando-a numa espiral de acontecimentos cada vez mais intensa.

Cosima Niehaus (Tatiana Maslany)
Condenada por uma doença misteriosa, Cosima está à frente de uma batalha por sua própria sobrevivência. Esta jovem cientista trabalha com Delphine, uma colega do Instituto Dyad que, além disso, é também sua amante. E, ainda que ela não confie naqueles que a rodeiam, incluindo Delphine, o acesso à instituição lhe permite chegar aos segredos da conspiração relacionada com os clones. Cosima sabe melhor do que ninguém que "conhecimento é poder", e que terá de utilizar ao máximo sua coragem e inteligência para ajudar suas irmãs-clones.

 (Steve Wilkie/Divulgação)
Rachel Duncan (Tatiana Maslany)
Rachel é a personificação da eficiência corporativa em sua forma mais impiedosa. É um clone que cresceu tendo consciência de sua própria identidade genética e que ocupa um cargo alto no grupo de empresas Dyad. É conhecida por sempre conseguir o que quer. E o que ela quer, neste momento, é deixar Sarah e Kira – a filha de Sarah, a quem ela considera uma "mina de ouro biológica" – sob o controle da corporação e, mais importante ainda, tê-las em suas mãos. Mas Rachel encontra em Sarah uma rival de peso, alguém que não somente possui uma obstinação tão ferrenha quanto a sua mas que, além disso, é totalmente imprevisível.

Helena (Tatiana Maslany)
Irmã gêmea de Sarah. Assassina e fundamentalista que se automutilava. Criada em um convento ucraniano e treinada pelos Prolethians para matar outros clones, Helena acredita ser a "original" e afirma que todas as suas outras irmãs são "abominações", que precisam ser erradicadas.

Beth Childs (Tatiana Maslany)

Beth é o ponto de entrada de Sarah no mistério dos clones. Sua história se revela a partir do momento em que Sarah assume sua identidade e começa a reconstruir os últimos dias de sua vida. De fato, após se transformar em Beth, Sarah vai descobrindo e compreendendo esta mulher, que, da mesma forma que ela, era um clone. E, à medida que a conhece mais e mais, também adquire um profundo respeito por esta valente e lastimada agente de polícia, com a qual, tão temerariamente, trocou de lugar.

Katja Obinger (Tatiana Maslany)
Uma mulher alemã misteriosa e apavorada, com problemas de saúde e um final trágico. Ela recebeu, como cortesia, uma bala da assassina de clones Helena quando estava sentada no banco de trás do carro de Sarah.

Jennifer (Tatiana Maslany)
Professora de uma escola e também de natação, será descoberta quando Cosima encontrar seus vídeodiários. Jennifer também sofre de problemas respiratórios, e será outra pista na batalha de Cosima para se manter viva.

Serviço
Terças-feiras, às 21h, no canal A&E.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK