Brasília-DF,
13/DEZ/2017

Terceira temporada de House of cards mostra Frank Underwood no topo do poder

Veja mais da ascensão ao poder do personagem de Kevin Spacey

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo - Especial para o Correio Publicação:22/02/2015 08:00Atualização:20/02/2015 12:06
Claire Underwood pode se tornar a principal inimiga de Frank em nova temporada de House of cards (David Giesbrecht/Divulgação)
Claire Underwood pode se tornar a principal inimiga de Frank em nova temporada de House of cards
A ascensão ao poder de Frank Underwood (Kevin Spacey), protagonista da série House of cards, foi rápida, violenta e chocante. Em apenas duas temporadas, acompanhamos as perigosas manobras do ambicioso congressista norte-americano para crescer dentro do governo, sem saber ao certo se haveria um objetivo final em sua mente, até que o mistério foi revelado.

Desde o início, Frank almejava chegar ao cargo máximo da política mundial - a Presidência dos Estados Unidos -, que ele conquistou no último episódio da segunda temporada sem ter recebido um mísero voto. Como ele mesmo disse, "a democracia não é lá essas coisas".

Segurança é a preocupação
A terceira temporada, que começa a ser exibida no Netflix na próxima sexta-feira, vai mostrar a luta do então presidente Francis Underwood para manter o seu legado em segurança. Apesar de ter conquistado o tão esperado cargo, ele não parece nem um pouco feliz, como é possível perceber nos trailers e teasers divulgados na web.

O burburinho gerado pelos vídeos se intensificou no início de fevereiro, quando o Netflix disponibilizou os dez primeiros episódios da terceira temporada por cerca de 20 minutos antes de tirá-los do ar.

A conta de House of cards no Twitter brincou com o incidente: "Isso é Washington. Sempre há um vazamento. Todos os 13 episódios serão lançados em 27 de fevereiro".

Roteiro adaptado

House of cards é uma adaptação de Beau Willimon para o romance homônimo escrito por Michael Dobbs e a minissérie britânica criada por Andrew Davies. A série norte-americana é dirigida por David Fincher.

No ar

"Uma mensagem especial da Casa Branca" foi enviada aos fãs de House of cards nas páginas da série no Twitter e no Facebook como divulgação da nova temporada: no vídeo, com a data de 27 de fevereiro, os protagonistas Kevin Spacey e Robin Wright aparecem embarcando em um avião presidencial.

 (David Giesbrecht/Divulgação)

Matrimônio abalado

Entre as ameaças que Frank Underwood terá que enfrentar para manter o legado na terceira temporada de House of cards, a maior delas será a luta por poder na relação com sua esposa, Claire (Robin Wright), que parece querer mais do que o título de primeira-dama. Eterna cúmplice de Frank, Claire sabe de tudo o que o marido fez para chegar à Presidência dos Estados Unidos e, agora, com o relação abalada, ela pode se tornar uma rival perigosa para ele.

Enquanto, no teaser da nova temporada, Claire demonstra incômodo com um simples toque de mão de Francis, no trailer, o desentendimento do casal se mostra ainda mais perceptível. "Somos assassinos, Francis", ela diz ao marido. Ao que ele responde friamente: "Somos sobreviventes".

Participações

Em seu retorno, House of cards contará com a participação recorrente das atrizes Kim Dickens (Treme) e Jenna Stern (Law & Order). Entretanto, a série perdeu a atriz Elizabeth Norment, ela interpretava a secretária de Francis, que faleceu em outubro de 2014 vítima de câncer.

Sucesso

Entre os fãs mais poderosos de House of cards, está o presidente Barack Obama, que, no ano passado, pediu ao público da série que evitasse dar spoilers sobre a segunda temporada. Aqui no Brasil, a presidente Dilma Rousseff e o vice, Michel Temer, também assistiram a todos os episódios.

Premiações

A atuação e a sintonia entre o casal Frank e Claire é um dos pontos altos da trama, que recebeu três indicações ao Globo de Ouro em 2015 - melhor série dramática, melhor ator em série dramática (Kevin Spacey) e melhor atriz em série dramática (Robin Wright). Spacey levou o prêmio por sua atuação. Antes, House of cards já havia entrado para a história ao se tornar a primeira série do Netflix a ganhar o Emmy de melhor diretor, com David Fincher.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK