Brasília-DF,
21/OUT/2017

Relembre das tramas que fizeram sucesso com gêmeos como protagonistas

A 'dose dupla' leva ainda mais emoção às novelas e faz o público escolher o favorito -- e nem sempre é o bonzinho

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:06/03/2016 07:00Atualização:04/03/2016 16:24
 (Reprodução/Internet)


Vida de protagonista de novela não é fácil. Além de sofrer nas mãos dos vilões e passar por poucas e boas durante toda a trama — para que consiga um final feliz —, algumas vezes, ele tem que se desdobrar em dois. Isso acontece quando o ator ou a atriz principal tem que interpretar irmãos gêmeos nas novelas. Relembre alguns que marcaram época.

Pioneira
Uma das primeiras vezes que gêmeos foram interpretados na televisão ocorreu na novela Alma cigana, exibida pela TV Tupi em 1964. A intérprete das personagens condessa Estela e cigana Esmeralda era a atriz Ana Rosa. Como a tecnologia não era avançada para aquela época, as duas só foram se encontrar no último capítulo, onde todo um aparato foi montado para que a cena da união saísse perfeita.

Dois Tonys
Assim como na maioria das telenovelas, os gêmeos não sabem da existência um do outro — e, quando sabem, têm personalidades tão distintas que nem parece que vieram dos mesmos pais. Não foi diferente em Baila comigo, quando Tony Ramos interpretou João Victor e Quinzinho, separados no nascimento que só se reencontram no fim da trama. O ator recebeu vários elogios pela atuação e a trama foi vendida para mais de 30 países.

Do México
Não se pode fala de gêmeos sem citar a inigualável dupla Paulina e Paola Bracho, de A usurpadora. Um clássico das reprises do SBT mostrou duas irmãs gêmeas separadas por muito dinheiro. Até hoje, as frases de efeito de Paola são repetidas na internet e viram memes a cada situação inusitada das redes. Carlos Daniel só consegue saber da encrenca com as duas do meio para o fim da novela.

Dobradinha
Em 1973, Eva Wilma deu vida às personagens Ruth e Raquel na trama Mulheres de areia, exibida pela TV Tupi em 1973. Apesar das dificuldades tecnológicas, as cenas de encontro das duas pareciam bem reais. Vinte anos depois, foi a vez de Glória Pires interpretar as mesmas personagens. O sucesso foi estrondoso e Mulheres de areia foi reprisada várias vezes na TV Globo. Atualmente, a novela está sendo retransmitida pelo canal Viva.

Os clones
Em um dos maiores sucessos da teledramaturgia brasileira, O clone colocou não gêmeos, mas trigêmeos (sendo um clone) para serem interpretados pelo ator Murilo Benício. Diogo, Lucas e Léo eram muitos diferentes entre si. Enquanto o primeiro era alegre e namorador, o segundo era tímido e o terceiro só ficou sabendo da existência dos outros dois bem no fim da novela. Jade (Giovana Antonelli), coitada, ficou confusa com tanta semelhança.

Briga

Em Viver a vida, Mateus Solano surpreendeu ao viver os gêmeos Jorge e Miguel. Os dois começam um disputa pela jovem Luciana, vivida pela atriz Alinne Moraes. Entra ainda na discussão Renata (Bárbara Paz), para complicar ainda mais a história. Por terem personalidades diferentes, as brigas conduziram os dois durante boa parte da trama. A cena da briga entre os irmãos foi uma das mais esperadas da trama de Manoel Carlos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK