Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Reality coloca gêmeos e suas equipes para competirem em reformas de casas

Em 'Irmãos à obra: o duelo', Jonathan e Drew Scott comandam equipes que devem reformar casas e conseguir um preço melhor para revenda

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ataide de Almeida Jr. Publicação:20/03/2016 06:30

 (Discovery/Divulgação)


Se tem algo que a televisão sabe produzir bem são os programas de reforma, construção e organização de casas. Tanto é assim que se proliferam esse tipo de atração pelas grades dos canais — o que acaba sendo até repetitivo. Alguns, no entanto, tentam dar uma nova cara ao formato, trazendo disputas, inclusive, entre os apresentadores. É o caso de Irmãos à obra: o duelo, que vai ao ar toda quinta-feira, às 23h10, no Discovery Home & Health.

A principal diferença entre O duelo para o Irmãos à obra original está justamente na competição entre os âncoras do programa, os gêmeos Drew e Jonathan Scott. Cada um deles lidera uma equipe formada por cinco profissionais da construção civil e do design de interiores. Semanalmente, os grupos se enfrentam em desafios que envolvem a completa renovação e decoração de espaços com características e usos distintos de apartamentos a mansões. As equipes trabalham em imóveis similares com o objetivo de valorizá-los. Claro que há problemas pelo caminho, como o orçamento, limitado e o tempo é apertado.

Esses times não são compostos por pessoas leigas no assunto reforma de casas, mas por profissionais. Alguns são autodidatas e começaram a carreira com pequenos serviços; outros dispõem de formação acadêmica na área da arquitetura e do design.

 

A equipe de Jonathan tem Francis Toumbakaris, especialista em reformas nascido na Grécia; Inez Escamila, professora universitária especializada em serralheria; Mark O’Mara, arquiteto com vasta experiência em reformas; Shannon Thompson, designer de interiores com 12 anos de carreira; e Tiffany “Torche” Perkins, mestre em artes e escultura.


Do lado de Drew estão Adi Shuruk, israelense que se mudou para a Califórnia, onde trabalha com serviços gerais na construção civil há seis anos; Joe Schwarz, arquiteto e apaixonado por transformações de ambientes; Peggy Tart, designer de interiores; Rick Schwarz, arquiteto que trabalha com restaurações; e Stayce Smith, corretora de imóveis que os reforma para valorizá-los antes da venda.

Drew e Jonathan, no entanto, pouco colocam realmente a mão na massa. Os competidores recebem orientações dos gêmeos e, assim, devem decidir como gastar o dinheiro e assumir a responsabilidade por suas escolhas enquanto trabalham como concorrentes. Ao fim de cada episódio, especialistas convidados visitam as obras e definem o valor das propriedades.

O vencedor da etapa da semana é aquele que conseguir ser mais bem avaliado. Quem perder, como em todo bom reality show, deve eliminar uma pessoa do seu time — essa decisão cabe ao líder do grupo, a Jonathan ou a Drew, dependendo de cada episódio. O prêmio para a equipe vencedora é de R$ 50 mil. A atração tem a primeira temporada composta por seis episódios de uma hora.

Tragetória

Os gêmeos Jonathan e Drew começaram a carreira cedo. Há 15 anos, eles estão no ramo dos imóveis, sendo que o primeiro é empreiteiro e o segundo, corretor. Em 2004, fundaram a Scott Real Estate Inc., com escritórios em Vancouver, Calgary e Las Vegas. Se isso não bastasse, os dois também gostam de aparecer na televisão e no cinema. Dessa forma, atuaram em diversos filmes e séries, e com outro irmão, ergueram uma produtora. Além de tudo isso, vale lembrar que Jonathan é ilusionista e Drew, faixa preta em caratê.

SERVIÇO
Irmãos à obra: o duelo
Quarta-feira, às 23h10, no Discovery Home & Health

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK