Brasília-DF,
17/SET/2021

Equilibrio entre o doce e salgado

Agridoce é destaque nessa mistura exótica

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:18/09/2015 06:00Atualização:17/09/2015 14:34

A castanha-do-brasil aparece em lâminas no agnoli, para finalizar o prato (Carlos Vieira/CB/D.A Press)
A castanha-do-brasil aparece em lâminas no agnoli, para finalizar o prato
 

O contraste entre o doce e o salgado é a aposta do Cantucci para incluir a castanha-do-brasil no cardápio. O ingrediente se destaca de forma inusitada em um prato que lembra bem o Brasil, usando ingredientes típicos da oferta nacional.

“Tentamos usar ingredientes nacionais para o agnoli recheado com abóbora e coco ao molho pomodoro com carne seca (R$ 39), como a abóbora do sertão e o coco do litoral”, comenta Andrei Prates, sócio da casa. A castanha-do-brasil aparece em lâminas para dar crocância e finalizar o prato servido amanhã, no almoço, e nos demais dias, no jantar.

Para quem pretende comer uma entrada, um prato principal e uma sobremesa, Prates tem a sugestão da sequência, que começaria pelo camembert empanado em panko com mel e pimenta-calabresa (R$ 24), seguido pelo agnoli e finalizando com o cheesecake da casa (R$ 9). “É um menu que tentamos seguir a linha do agridoce, da entrada ao prato principal, todos trazem esse contraste”, comenta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK