Brasília-DF,
23/MAR/2019

Sinta o fino sabor oriental

Aprecie o melhor da culinária Árabe, e veja como as castanha compõem o cardápio dos orientais

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Renata Rios Publicação:18/09/2015 06:00Atualização:17/09/2015 14:34

Fátima Hamú é uma das damas da cozinha árabe na cidade (Zuleika de Souza/CB/D.A Press
)
Fátima Hamú é uma das damas da cozinha árabe na cidade
 

Um autêntico banquete árabe não está completo sem a degustação de quitutes com frutas oleaginosas. Onipresentes na culinária oriental, elas são encontradas da entrada à sobremesa, dando às receitas textura facilmente reconhecível.

Uma das maiores especialistas nesse tipo de cozinha na capital, Fátima Hamú, usa e abusa das pequenas notáveis no Lagash Mediterranée, a nova casa da chef que, por 27 anos, dividiu com a família o comando do Lagash, na 309 Norte.

Nos antepastos, a mistura de azeitonas com as amêndoas é comum, como na versão que leva o fruto da oliveira recheado (R$ 8,20 — 100g), ou na pasta de azeitonas verdes e pretas, amêndoas e ricota (R$ 6,20 – 100g). Quando a degustação avança para os pratos principais, a situação não é diferente. Tome como exemplo o cordeiro desfiado com nozes (R$ 12,50), clássico da família Hamú há pelo menos 30 anos.

Invadindo o espaço das sobremesas, encontram-se doces que, em comum, trazem as massas folhadas frescas e crocantes. Elas podem ser recheadas com tâmaras e amêndoas, damasco e nozes ou pistache (R$ 8, cada uma).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

BARES E RESTAURANTES

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK