Brasília-DF,
17/FEV/2018

Exposição reúne jovens artistas da pintura contemporânea brasileira

Daniel Lannes, Fábio Baroli, Fábio Magalhães, Flávio Araújo e Thiago Martins de Melo mostram uma sintonia costurada pela opção figurativa

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:28/06/2013 06:15Atualização:28/06/2013 11:55
Obras do mineiro Fábio Baroli: imagens vibrantes e boa carga de ironia (Arquivo Pessoal)
Obras do mineiro Fábio Baroli: imagens vibrantes e boa carga de ironia

O vigor da jovem pintura brasileira contemporânea está bem traduzido na escolha do curador Marcelo Campos para os cinco artistas da exposição Crer em fantasmas, em cartaz na Caixa Cultural. Daniel Lannes, Fábio Baroli, Fábio Magalhães, Flávio Araújo e Thiago Martins de Melo vêm de quatro estados diferentes, mas com uma sintonia costurada pela opção figurativa e pelo uso de cores quentes.

As temáticas, no entanto, são bastante diferentes. Na pintura de Lannes, nascido em Niterói, o destaque é para cenas da história do Brasil pintadas com certa crítica e ironia. Na obra do mineiro Fábio Baroli, situações de um Brasil contemporâneo ganharam a estética naturalista de Almeida Júnior, mas com uma ironia notável. Até Dercy Gonçalves encontra lugar nas pinturas de Baroli.

O baiano Fábio Magalhães vai por outro caminho, mais orgânico e perturbador. A série Retratos íntimos parte da fotografia para criar, em óleo sobre tela, reproduções de órgãos do corpo humano.

O paraense Flávio Araújo é mais sombrio, embora também faça uso da realidade. A maneira como a mídia trata as imagens da violência urbana é o material do pintor. Um universo mais mitológico e psíquico povoa as telas do maranhense Thiago Martins Melo, que é formado em psicologia e especializado em pesquisa do comportamento.
    • 27/06/2013
    • Artes visuais - Veja imagens da exposição Crer em fantasmas
descrição

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES