Brasília-DF,
21/FEV/2018

Julio Iglesias apresenta última turnê da carreira em show neste fim de semana

Os ingressos são vendidos para cinco áreas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e os preços variam entre R$ 280 e R$ 700

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:08/09/2014 09:40
 ( Cesar Manso/AFP Photo)

O cantor espanhol Julio Iglesias faz show da última turnê no sábado, às 21h, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental; 3214-2728). Conhecido mundialmente, o cantor gravou inúmeras músicas em 45 anos de carreira. Entre elas, Devaneios, Hey e Me esqueci de viver. Os ingressos custam R$ 700 (poltrona VIP frente);R$ 600 (poltrona VIP); R$ 550 (poltrona VIP lateral); R$ 450 (poltrona especial); R$ 280 (poltrona superior) e R$ 220 (superior visão parcial). Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Informações: 9699-7142. Não recomendado para menores de 16 anos.

ÉDIPO PORTUGUÊS

Começa nesta sexta a temporada de apresentações do espetáculo Édipo, dirigido por John Mowat e José Carlos Garcia. Adaptação da história escrita por Sófocles, a peça transforma uma tragédia em comédia interpretada pelo grupo português Companhia do Chapitô. A primeira apresentação será às 20h, na Caixa Cultural (SBS, Q. 4, Lt. 3/4). Sessões, sexta e sábado, às 20h; e domingo, às 19h. Até 28 de setembro. Os ingressos custam R$ 20 e R$ 10 (meia). Informações: 3206-9448. Não recomendado para menores de 12 anos.

DIRETO DO URUGUAI

A partir de sexta-feira, o Elefante Centro Cultural (706 Norte, Bl. B/C, Lj. 45) recebe duas exposições de artistas uruguaios: Inventários e A direcção do vento predominante. Na primeira mostra, Elián Storlarsky analisa a fragilidade da memória a partir de desenhos feitos em placas de acrílico transparente, que reproduzem fotografias da família da artista. Na segunda, Victor Lema Riqué trabalha com os centros urbanos e com a solidão. A curadoria é de Manuel Neves. Visitação de terça a sexta, das 14h30 às 19h30; e aos sábados, das 15h às 18h. Até 18 de outubro. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

ÓPERA CÔMICA

Após 96 anos da estreia em Nova York, chega a Brasília a ópera Gianni Schicchi, do compositor Giacomo Puccini. Com direção de Clara Figueiroa, a obra conta a história da família de Buoso Donatti, que descobre que a riqueza do falecido fora deixada para o convento. Gianni Schicchi consegue mudar o testamento, mas transfere para si a fortuna. A ópera será cantada em português e ambientada no sertão nordestino da década de 1920. Quinta e sexta, às 20h; e sábado, às 21h, no Centro Cultural de Brasília (601 Norte). Informações: 4141-1061. Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia). Classificação indicativa livre.

COMÉDIA ARGENTINA

Em cartaz há mais de seis anos em Buenos Aires, a comédia Como ter sexo a vida toda com a mesma pessoa chega a Brasília neste fim de semana. Com direção de Odilon Wagner e texto de Mónica Salvador, a montagem revela os curiosos conselhos de um sexóloga (interpretada por Tania Bondezan). Em cena, ela dá dicas “revolucionárias” para superar crises de relacionamento. De quinta a sábado, às 21h; e domingo, às 19h, no Teatro Brasil 21 Cultural (SHS, Q. 6). Ingressos a R$ 160 e R$ 80 (meia). Informações: 3039-9267. Não recomendado para menores de 16 anos.

DESCOBERTAS DA INFÂNCIA

Musical infantil O menino Teresa entra em cartaz celebrando os 10 anos do grupo de teatro Banda Mirim. Com texto e direção de Marcelo Romagnoli, o espetáculo retrata uma menina que decide, apenas por uma tarde, virar um menino. Com muita convicção e ingenuidade, Teresa se prepara para desvendar os mistérios que envolvem costumes e hábitos masculinos. Sexta, às 15h; sábado e domingo, às 16h, no Centro Cultural Banco do Brasil (SCES, Tc. 2, Cj. 22; 3108-7600). Entrada franca. Não recomendado para menores de 5 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES