Brasília-DF,
25/AGO/2019

De música eletrônica a show ao vivo, confira as opções de festas de réveillon

Para atender os brasilienses que ficam na cidade, produtores investem nas festas de virada de ano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:26/12/2014 06:00Atualização:24/12/2014 09:48
Adriana Samartini comanda o Réveillon Federal, no Estádio Nacional de Brasília (Bruno Pimentel/Divulgação)
Adriana Samartini comanda o Réveillon Federal, no Estádio Nacional de Brasília

A virada de 2014 será recheada de festas, de vários estilos. Com a forte permanência dos brasilienses na capital, que antes se tornava uma “cidade fantasma” neste período, os produtores de festas e shows apostam em festas de réveillon. Serão mais de 30 grandes eventos para que você escolha a melhor maneira de receber 2015.

“Uma série de fatores influenciou a decisão de promovermos uma festa de ano-novo, como a carência de festas da cidade e a questão comportamental. Hoje menos gente viaja por conta dos altos preços das passagens e das estadias”, explica Gustavo Antony, um dos produtores do Réveillon das Cores, ao lado das empresas Quatro Produções, Mistura Fina, F2 Entretenimento e Social Couture. A balada terá a primeira edição neste ano, a partir das 22h, na Orla do Lago (Vila Planalto).

O evento terá destaque nas atrações musicais como: o projeto Móveis axé 90, do grupo Móveis Coloniais de Acaju; Ivo Meirelles e a bateria da escola de samba carioca Mangueira; além dos DJs Paco, Daniel Black, Chicco Aquino, Pathy de Jesus e Luiz Antony. “Fomos atrás de qualidade. A orla já é um dos espaço mais nobres da cidade e também procuramos atrações de renome para compor o réveillon. Buscamos uma diversidade para agradar todo tipo de público”, completa Antony.

Outro ano-novo que estreia é o Réveillon Original, no salão social do Minas Brasília Tênis Clube. Da mesma organização do Deu Samba, a festa apresentará diversidade de atrações musicais. Terá pagode com o grupo Di Propósito, axé com Teus Santos, sertanejo com Borges & Fernando, além de música eletrônica com Kacá e Marcinho.

Projeto Móveis axé 90 é uma das atrações do Réveillon das Cores, na Orla do Lago
 (Romulo Juracy/Esp. CB/D.A Press)
Projeto Móveis axé 90 é uma das atrações do Réveillon das Cores, na Orla do Lago


“Queríamos fazer algo diferente, original, daí o nome. Por isso, procuramos bandas e artistas com quem nunca havíamos trabalhado. Vamos investir na questão do conceito, de um bom atendimento. O público hoje é bastante exigente”, comenta Felipe Paganella, um dos organizadores do evento.

Sobre o aumento das festas no período, o produtor revela que é algo previsível. “É uma data atípica, em que todo mundo sai de casa, independentemente de chuva, e isso motiva. Hoje em dia, o brasiliense não está mais viajando tanto nesses períodos. Nem no carnaval isso acontece mais”, defende.

Tradição

Enquanto algumas festas dão as caras pela primeira vez neste ano, algumas já têm sua marca registrada na cidade. É o caso do Nossa Praia, no Pontão do Lago Sul. A festa, que já recebeu nomes como Jorge & Mateus, Nando Reis e Zeca Baleiro, hoje aposta em atrações locais mescladas a artistas da cena eletrônica. As grandes atrações deste ano são a banda Doppler Effect Live House, que em canções de flashback dos anos 1980 a 2000 e o cantor Diego Falk, que tem influências da música folk.

O Réveillon Federal completa em 2014 seis anos de tradição. Essa nova edição terá shows de artistas brasilienses já consagrados na noite como Adriana Samartini, Pedro Paulo & Mateus, Wilian & Marlon e MC Kokão, no anel interno do Estádio Nacional de Brasília.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES