Brasília-DF,
25/FEV/2018

Grupo Fundo de Quinta agita o 15º Juris Feijuatum, neste sábado

O evento é promovido pelos servidores do Superior Tribunal de Justiça

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:29/05/2015 07:33
 (	Arquivo Pessoal)

Representantes da tradição do samba carioca estão chegando a Brasília. Amanhã, às 12h30, o premiadíssimo Fundo de
Quintalagita o 15º Juris Feijuatum, evento promovido pelos servidores do Superior Tribunal de Justiça, que neste ano ocorre na AABB (Setor de Clubes Sul). Os sambistas brasiliense Kalinka Barroso, Vinicius de Oliveira, Amilcar Paré, Teresa Lopes e a Bateria Furiosa do DF também se apresentam durante a festa.

De 25 a 28 de junho, o Teatro da Caixa acolhe o projeto Nelson Sargento, 90 Anos de Samba. O veterano bamba carioca, autor de mais de 400 músicas, vai ter ao seu lado no palco o cantor Pedro Miranda e o grupo Galo Preto, formado por Afonso Machado (violão), Alexandre Paiva (cavaquinho) e Diego Zangado (percussão). Classificação indicativa livre.

Eu recomendo
Sucesso no circuito noturno da capital, a Funqquestra se apresenta hoje, 22h, no Amsterdan Street (211 Norte), como atração principal da Black Friday. O grupo, liderado pelo baterista Bruno Gafanhoto, terá como convidada especial a cantora sueca Kaksa Beijer. O DJ Maraskin comanda as picapes tocando hip-hop, black soul e música brasileira. Não recomendado para menores de 18 anos.

Nova turnê
Maria Gadu vem a Brasília desde o começo da carreira. Ela já esteve aqui, inclusive, com Caetano Veloso. No dia 26 de junho a cantora volta a exibir seu belo timbre em apresentação no Auditório Master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães em show pela turnê Guelã — nome, também, do seu novo CD.

Puro forrobodó
Nordeste na vitrola é o nome do projeto que irá movimentar a praça do Centro Cultural Banco do Brasil nos próximos dois meses. Serão quatro bailes de autêntico forrobodó, nos dias 17 e 24 de junho e 22 e 29 de julho, sob o comando do pesquisador, músico e DJ Cacai Nunes, precedidos de bate papos com especialistas, entre eles a compositora Anastácia (ex-mulher de Dominguinhos) e Marcos Farias (filho de Marinês). Classificação indicativa livre.

Revival roqueiro
Muitos dos músicos que contribuíram para Brasília ser considerada a capital do rock — incluindo Renato Russo — participaram, entre 1982 e 1983 de um projeto, com shows ao ar livre, que entrou para a história da música na cidade. Estou me referindo ao Rock na Ciclovia, criação do vocalista e guitarrista da Plebe Rude, Philippe Seabra, e da mãe dele, Sílvia Seabra — à época prefeita do Lago Norte.

Passados 33 anos o evento vai ser reativado. A retomada vai ser em 21 de junho, no mesmo local (agora Parque Vivencial 2), sob a curadoria de Philippe. As bandas escaladas para os primeiros shows são: Zoozoo, Soulto BSB, Brasil Cibernético, Massay e Distintos Filhos. Classificação indicativa livre.

Requinte musical
Contemporânea de Cássia Eller e Zélia Duncan, professora de canto popular e intérprete requintada, Isabella Paz mantém-se em atividade. No próximo dia 6, ela ocupa o palco do Espaço Cultural do Choro com show em que tem a companhia de uma superbanda, formada por Paulo André Tavares (violão), Pedro Doca (guitarra), Oswaldo Amorim (contrabaixo), Leander Motta (bateria), Moisés Alves (trompete) e Sérgio Morais (flauta). Não recomendado para menores de 14 anos.

Com alegria
De 5 a 7 próximos, no Teatro da Caixa, o cantor, compositor e multinstrumentista André Abujamra faz o show Mafaro —alegria na língua do Zimbabuê —, que tem por base CD homônimo. No palco, acompanhado por Du Moreira (baixo) e Val Oliveira (bateria), ele interage com projeções, pensadas e dirigidas em parceria com o VJ Scan. Não recomendado para menores de 12 anos.

Boa harmonização
A música pode harmonizar com vinho. Quem prova isso é a produção da Noite do Wine’n Music, que ocorre em 11 de junho, na Hípica Hall. Foram programados, além da degustação de uma grande variedade de rótulos, shows dos cantores Afonso Nigro (ex-banda Dominó) e Rogério Midlej, da dupla Marcelo Peleretti & Pedro Isnar e apresentação do DJ Ricardo Oliveira. Não recomendado para menores de 18 anos
Tags: celular

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES