Brasília-DF,
19/SET/2018

Wesley Safadão grava no sábado DVD no estacionamento do Mané Garrincha

O cantor do momento quer fazer história e lotar o espaço para o show

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:31/07/2015 06:00
'Por mim, eu lançaria música nova toda hora, mas neste DVD queria tocar o que está na boca do povão' Wesley Safadão (Ederson Lima/Divulgação)
"Por mim, eu lançaria música nova toda hora, mas neste DVD queria tocar o que está na boca do povão" Wesley Safadão

O cantor cearense Wesley Safadão gravará amanhã, em Brasília, o terceiro DVD da carreira. Os portões do local que foi montado no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental) serão abertos a partir das 20h.


A ideia de fazer o DVD na capital federal partiu primeiro dos empresários, mas o cantor, ao lado dos integrantes da banda, logo acataram a proposta. “Há um tempo, fizemos nosso primeiro show em Brasília, uma apresentação pequena. Mas as pessoas gostaram e saíram falando bem. Pouco tempo depois, houve o convite para uma nova apresentação e, de repente, havia uma multidão”, revela Safadão.


No repertório, estarão oito faixas inéditas, além dos grandes sucessos que o projetaram nacionalmente, como Camarote e Gelo na balada, todas canções que retratam que perderam seus amores, mas deram a volta por cima. “Lógico que tem o momento de sofrer, mas a alegria dita muito mais o ritmo da galera”, explica o cantor sobre as composições. Há 12 anos, ele canta forró ao lado dos familiares.

Entrevista// Wesley Safadão

Como você se envolveu com a música?
Minha mãe foi quem fundou junto com meu tio a banda. Então desde pequeno convivo com a música. E certo dia, eu ainda um menino, me deparei com minha mãe ouvindo de um cantor que ele não cantaria mais quando faltavam poucos minutos para começar um show. Ela ficou desesperada e aquilo me fez dizer a ela: 'Mãe, vou cantar'. Só que eu nunca havia pego num microfone na vida. Foi um desastre (risos).

Você começou a carreira como vocalista da Banda Garota Safada. Em que momento você decidiu mudar seu foco?
Na verdade é muito importante esclarecer essa que é uma dúvida muito grande das pessoas. Eu continuo com a Garota Safada. A banda é a mesma. Não estou numa carreira solo. Boa parte dos anos eu sempre cantei só na banda e foi muito natural quando as pessoas começaram a dizer: “Ah, vamos no show do Safadão..”. E, então, o nome do nosso grupo se adaptou e foi focado em mim mesmo. Daí então consolidamos o nosso trabalho e hoje estamos muito felizes gravando esse DVD maravilhoso em Brasília.

Como surgiu a ideia de gravar na capital?
Há um tempo atrás fizemos nosso primeiro show, uma apresentação pequena. Mas as pessoas gostaram e saíram falando bem. Pouco tempo depois houve o convite para um novo show em Brasília. E de repente… Até eu fiquei surpreso com a multidão e sobre como eles estavam adorando. Fiquei com aquelas imagens na memória, da galera cantando e dançando tudo. Daí nossos empresários tiveram a ideia e eu topei na hora. Eu pensei: não posso perder esse momento. Essa galera gosta mesmo do Safadão.

O forró é um gênero que nem sempre atinge o país todo. Na sua opinião, o que fez com que a sua música saísse das fronteiras do Nordeste?
Graças às redes sociais. E como tudo se parece hoje, o forró e o sertanejo, com o nosso ritmo, conseguimos chegar a lugares antes não atingidos pelo gênero. Atualmente, temos uma agenda muito corrida e que contempla cidades do Brasil todo de norte a sul, o que antes nunca foi feito.

O que você pode adiantar sobre o DVD?

Não posso contar muita coisa. Sempre achei, a vida toda, que o fator surpresa agrada muito. Então, tem muita coisa que será surpresa. Inclusive uma possível participação especial.

Wesley Safadão – Gravação do DVD

Sábado, às 20h (abertura dos portões), no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental). Ingressos a R$ 40 (VIP), R$ 180 (prime), R$ 420 (exclusive – mulheres) e R$ 520 (exclusive – homens). Valores de primeiro lote. Não recomendado para menores de 18 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES