Brasília-DF,
21/FEV/2018

Carolina Vecchio traz exposição inspirada em canto do Cerrado

A mostra 'Anima mundi' reúne 30 quadros que retratam aspectos do meio ambiente

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:30/10/2015 07:06Atualização:29/10/2015 16:10

Carolina Vecchio teve a ideia dos quadros após ouvir um urutau
 (Carolina Vechio/Divulgação )
Carolina Vecchio teve a ideia dos quadros após ouvir um urutau
 

Foi um pequeno urutau, pássaro raro nas áreas urbanas, que tirou Carolina Vecchio de uma pesquisa pictórica relacionada a moda e a levou para o coração do cerrado. O resultado é o conjunto de 30 quadros da exposição Anima mundi, em cartaz na Referência Galeria de Arte e com curadoria de Manuel Neves. Além de pássaros, há pinturas de plantas e flores realizadas durante a observação da flora do Planalto Central.


Há oito anos, a artista ouviu o urutau cantar no jardim de casa. Assustou-se com o lamento que mais parecia assombração e ficou surpresa com a coincidência de descobrir o nome da ave durante um programa de televisão, no dia seguinte. Algum tempo depois, resolveu estudar os hábitos do pássaro e pintá-lo.


Uma raridade, o urutau tem como característica o mimetismo e aparece como protagonista em lendas indígenas. “A partir desse primeiro quadro, comecei a desenvolver o trabalho com espátula e a desenhar na tela a partir da observação, porque antes usava foto. Ficou muito mais intimista para mim”, conta Carolina, que também desenvolveu uma pesquisa com cores e um traço impressionista para os registros.

SERVIÇO

 

Anima mundi
Exposição de Carolina Vecchio. Visitação até 14 de novembro, de segunda a sexta, das 12h às 19h, e sábados, das 15h às 19h, na Referência Galeria de Arte (SCLN 205, Bl. A, lj. 9).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES