Brasília-DF,
14/DEZ/2018

Mostras coletivas apresentam a diversidade do trabalho de artistas da capital

As exposições 'Parede cheia de histórias' e 'Tempo das Águas' ficam em cartaz até dezembro

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vanessa Aquino Publicação:20/11/2015 07:05Atualização:19/11/2015 16:53

Luiz Gallina apresenta a xilogravura H2Omem na mostra Tempo das águas
 ( Arquivo Pessoal)
Luiz Gallina apresenta a xilogravura H2Omem na mostra Tempo das águas

Duas mostras em cartaz na cidade confirmam Brasília como um importante espaço de criação para artistas plásticos, além de servir de inspiração em vários trabalhos. A Referência Galeria de Arte reúne obras de 33 artistas para celebrar os 20 anos de atuação no mercado de arte, na mostra Parede cheia de histórias. E a vivência com o cerrado é tema da exposição Tempo das águas, com trabalhos dos atelies de Atelier Segré, Luiz Gallina e Romulo Andrade.


Em Paredes cheias de histórias, os trabalhos, aem diversos suportes, fazem parte do acervo da galeria. Participam da coletiva os trabalhos de artistas como Adriana Rocha, Alex Cerveny, Alex Flemming, Amílcar de Castro, Ana Michaelis, André Santangelo, Arnaldo Bataglini, Athos Bulcão, Bené Fonteles, Carlos Vergara, Carolina Vecchio, Clarice Gonçalves, David Almeida, Fernando Lucchesi, Galeno, Gê Orthof e Helena Lopes.

 

Além desses, há obras de Iole de Freitas, João Teófilo, João Angelini, Lêda Watson, Leopoldo Wolf, Luiz Áquila, Luiz Hermano, Luiz Mauro, Marcelo Solá, Paulo Whitaker, Ralph Gehre, Raquel Nava, Renato Rios, Roberto Magalhães, Rodrigo Cruz, Rodrigo Godá, Rogério Ghomes, Shirley Paes Leme, Tarciso Viriato, Virgílio Neto e Walter Goldfarb.


Já Tempo das águas tem como cenário o Jardim Botânico, lugar propício para exaltar o cerrado. Os artistas que participam da mostra se consideram cerratenses, pela profunda ligação com o bioma. Eles trazem a público trabalhos recentes e outros já de algum tempo, mas que celebram o retorno da estação das chuvas. As obras evidenciam a dimensão simbólica da água e a importância na vida humana e de todos os seres.

SERVIÇO

 

Parede cheia de histórias Mostra Coletiva
Até 5 de dezembro, de segunda a sexta, das 12h às 19h; sábados, das 12h às 17h. Referência Galeria de Arte (205 Norte, Bl. A, lj. 9). Entrada franca. Classificação indicativa livre.

 

Tempo das Águas – Mostra de Arte
Até 20 de dezembro, diariamente, de 9h às 17h. Hoje haverá recital poético, às 10h. Jardim Botânico de Brasília, Centro de Visitantes.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES