Brasília-DF,
20/OUT/2018

Espetáculo encenado na rua mostra a voz de camelôs e feirantes

'O encantador de ser gente' faz os comerciantes se divertirem com a própria arte

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Isabella de Andrade - Especial para o Correio - Publicação:18/12/2015 06:58

 (Davi Mello/Divulgação)
 

O projeto O encantador de ser gente foi buscar inspiração em camelôs e feirantes de rua para compor o espetáculo homônimo. No palco — ou melhor nas ruas —, Thiago Francisco (Mamulengo Fuzuê), Chico Simões (Mamulengo Presepada), o mímico Abder Paz e o palhaço e diretor teatral Zé Regino criam experimentações cênicas a partir da observação de pessoas comuns nas ruas da cidade.


Responsável pela orientação cênica do grupo, Zé Regino lembra que na rua a relação é mais direta em todos os aspectos: “Não é como no teatro, que você tem toda uma estrutura entre você e a plateia e você tem que ganhar a atenção do público, mantê-lo como cúmplice durante todo aquele tempo em que você está realizando seu trabalho. É um exercício muito importante para o ator.”


SERVIÇO

O encantador de ser gente
Espetáculo de rua dirigido por Zé Regino. Amanhã, às 9h e às 13h, na Feira de Ceilândia; domingo, às 9h e às 13h, na Feira Livre da 311, em Samambaia. Entrada franca. Classificação indicativa livre. Informações: www.mamulengofuzue.com.br.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES