Brasília-DF,
19/SET/2018

Exposição de Fábio Baroli segue até 11 de janeiro no CCBB

Mais de cem pinturas do artista mineiro retratam cenas do cotidiano carregadas de realismo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:18/12/2015 06:50Atualização:17/12/2015 15:17
A exposição Deitei para repousar e ele mexeu comigo, de Fábio Baroli, foi prorrogada até 11 de janeiro e o público terá mais algumas semanas para conferir as 112 pinturas expostas no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).
 
Pinturas de Fábio Baroli recriam cenas cotidianas
Pinturas de Fábio Baroli recriam cenas cotidianas
 
 
As obras nasceram da observação do cotidiano do interior de Minas Gerais e são carregadas de um realismo e um figurativismo marcantes. Depois de 12 anos morando fora, Baroli decidiu voltar para Uberaba, onde nasceu, para fazer o que chama de antropomatutologia.
 
A ideia era contar, em cenas, o dia a dia do matuto do interior mineiro e recuperar as próprias memórias, já que Baroli cresceu na região. A exposição traz cenas carregadas de afeto, mas também de postura crítica, já que há muitas coisas implícitas nas composições do artista.

SERVIÇO
Deitei para repousar e ele mexeu comigo
Exposição de Fábio Baroli. Visitação até 11 de janeiro, de quarta a segunda, das 9h às 21h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB - SCES Trecho 2). Entrada franca.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES