Brasília-DF,
20/AGO/2018

Ellen Oléria lança novo disco e evoca debate sobre racismo no Teatro da Caixa

Cantora faz questão de lançar novo trabalho na cidade natal este fim de semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diego Ponce de Leon Publicação:08/04/2016 06:30Atualização:07/04/2016 17:49


Muito antes de vencer a primeira temporada do The voice Brasil, Ellen Oléria já soltava a estrondosa voz por todos os cantos do DF. Enganam-se, profundamente, aqueles que acreditam que a cantora surgiu a partir do programa televisivo. São 15 anos de carreira que resultam, agora, no quinto disco da artista, Afrofuturista. E ela faz questão de lançá-lo em Brasília, terra natal.


“No disco, passeamos pelos ritmos tradicionais, afrobrasileiros. O álbum fala de raízes, de como as populações afrodiaspóricas têm sobrevivido aos projetos de extinção e massacre com tanta luminosidade, inventividade e criatividade”, antecipou Ellen, em entrevista recente ao Correio.


Esse contexto emblemático contra o preconceito racial também permeia o show, que traz parte do repertório do novo trabalho aliado a sucessos da jornada, além de algumas releituras. “Há quatro anos, estudo afrofuturismo e penso em como trazer todo esse universo à tona. Sou herança, descendência e promessa dessa linhagem”, completa.


A apresentação, que “passa pelo candomblé, pelas modas de viola, pelo maracatu”, conta ainda com o  grupo brasiliense Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro. Entre as canções, Ellen deve saudar o público com um discurso a favor da tolerância e reafirmar sua luta  contra o racismo e a homofobia. Nem só de música vive Ellen Oléria.

 

 

 

SERVIÇO
Afrofuturista
No Teatro da Caixa (SBS, Qd.4). Hoje e amanhã, às 20h. Domingo, às 19h. Ingressos a R$ 10 (meia-entrada). Não recomendado para menores de 12 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES