Brasília-DF,
17/NOV/2017

Mariana Xavier chega a Brasília com a comédia O último capítulo

A montagem, que tem a atriz de Minha mãe é uma peça, acompanha crise de marido e mulher

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:10/03/2017 06:02Atualização:09/03/2017 18:27
A atriz Mariana Xavier, de 'Minha mãe é uma peça', volta aos palcos em 'O último capítulo' (Páprica Fotografia/Divulgação)
A atriz Mariana Xavier, de 'Minha mãe é uma peça', volta aos palcos em 'O último capítulo'
 
 
Depois de um tempo afastada do teatro, a atriz Mariana Xavier, que ficou conhecida nacionalmente pelo papel de Marcelina na franquia cinematográfica Minha mãe é uma peça, decidiu voltar aos palcos. Tudo começou no ano passado, quando a carioca produziu o espetáculo O último capítulo, escrito por Alexandre Morcillo e Clóvis Corrêa com direção de Márcio Vieira.
 
Após uma temporada em 2016 e um hiato nos últimos meses, a peça volta a circular o Brasil com passagem pela capital federal amanhã e domingo, no Teatro dos Bancários. “Estamos reiniciando a temporada por Brasília. Só estive uma vez na cidade, mas sempre ouvi dizer que é um excelente local para o teatro”, afirma Mariana Xavier ao Correio.
 
Em O último capítulo, Mariana interpreta a personagem Berenice, empregada doméstica viciada em novelas, que deseja assistir ao derradeiro episódio de seu folhetim favorito. No entanto, é impedida quando falta luz na casa dela.
 
“Berenice é uma diarista romântica, sonhadora e batalhadora, como muitas mulheres brasileiras. Ela acha que a vida pode ser uma novela e espera um final feliz. Ela é muito divertida e visualmente ela é inspirada na Viúva Porcina (papel de Regina Duarte em Roque Santeiro)”, conta Mariana.
 
Ao não conseguir assistir ao capítulo final, Berenice começa a discutir a relação com o marido Dagoberto, um malandro que ganha vida na atuação de Paulo Mathias Júnior.
 
Eles percebem então  que seu casamento é uma grande novela. Para o ator, ao mostrar os problemas do casal, o espetáculo cria identificação com o público. 
 
“É uma peça engraçada, porque é sobre as aventuras e desventuras de um casal. Algo que muita gente se identifica. Édivertido acompanhar a história de Berenice e Dagoberto”, garante o ator.
 
 

Duas perguntas // Paulo Mathias Júnior


Como surgiu a oportunidade de viver Dagoberto?
A Mariana Xavier é minha amiga há algum tempo e a gente namorava essa parceria há alguns anos. Nunca tinha acontecido até essa peça. Também foi engraçado que eu já tinha me deparado com esse texto anos atrás.

Como você define Dagoberto?
Ele é realmente a minha cara. O Dagoberto é aquele tipo de personagem que vemos o tempo inteiro, um cara que enrola a mulher, nunca para em casa. Ele é o típico malandro, que finge, mente, bebe e inventa desculpas absurdas para a mulher. É um personagem que a gente já viu muitas vezes no cinema e na televisão. Na vida, eu vi pouco (risos).

SERVIÇO
 
O último capítulo
Teatro dos Bancários (314/315 Sul, Bl. A; 3522-9521). Amanhã e domingo, às 19h. Ingressos a R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia). Doadores de 2kg de alimentos não perecíveis pagam meia-entrada. Não recomendado para menores de 10 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES