Brasília-DF,
23/AGO/2017

Livro clássico Russo ganha versão teatral no Brasil

'As três irmãs' ganha releitura atual com músicas provocações contemporâneas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Oliveira Publicação:31/03/2017 06:01Atualização:30/03/2017 18:18

Ada Luana dirige e atua em A Moscou! Um palimpsesto (Diego Bresani/Divulgacao)
Ada Luana dirige e atua em A Moscou! Um palimpsesto

A vida provinciana na Rússia entedia as irmãs Olga, Macha e Irina. Por nostalgia, as três sonham em voltar para Moscou, lugar de onde guardam memória afetiva. O enredo vem de As três irmãs, escrito no início do século passado pelo russo Anton Tchekhov.

 

Considerado uma obra-prima da dramaturgia, o espetáculo ganha novas e interessantes camadas com A Moscou! Um palimpsesto. A nova versão tem concepção e direção de Ada Luana, que integra o elenco com Ana Paula Braga, Camila Meskell e Taís Felippe (também diretora de produção).

 

As quatro atrizes compartilham as cenas com os músicos Filipe Togawa e Kalley Seraine. A inclusão de textos de Ada e das atrizes dá novo fôlego ao original.

 

Indagações existenciais universais —  tal como a ação do tempo sobre os sonhos — se intercalam com questionamentos que dialogam com o cenário sociopolítico atual. “A nossa Moscou é essa necessidade de continuar fazendo teatro e arte, mesmo diante de um contexto como o social e econômico com o qual vivemos. É uma luta, uma batalha. Estamos, há mais de 10 anos, na estrada. O teatro tem esse chamado, é o lugar pra onde quero ir e que me move”, conta a diretora.

 

Duas perguntas // Ada Luana

 

O texto original é apenas uma base ou há pontos de contato?

Sim, está superpresente. Não é só o texto reescrito ou “modernizado”, mas textos nossos que atravessam, que são costurados ao de Anton Tchekhov. Quisemos trazer outras possibilidades para dentro do texto dele.

 

Seria possível fazer paralelos entre a Rússia do século passado, quando foi feita a primeira montagem, e o Brasil de agora? 

É atual porque são questões existenciais e humanas, mas também porque tem a ver com o momento político e social que estamos vivendo. Nosso hoje desmoronando, veja os sistemas políticos e a crise mundial... Estamos sem saber e sem conseguir reagir.  Isso está bastante presente na peça, em metáfora para a questão das irmãs se sentirem sem chão, em busca de Moscou.

 

SERVIÇO

 

A Moscou! Um palimpsesto

 

Teatro I do CCBB (Setor de Clubes Sul, Tr. 2, Lt. 22; 3108-7600). 

De hoje a domingo, às 20h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e 

R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES