Brasília-DF,
22/AGO/2017

Com exposição 'Monóculo', Fábio Pedrosa mostra o lado espiritual da arte

A visitação fica aberta até junho no Museu dos Correios; mostra tem curadoria de Lourenço de Bem

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:05/05/2017 06:00Atualização:04/05/2017 19:09
O surrealismo dá o tom na exposição Monóculo (Reprodução/Divulgação)
O surrealismo dá o tom na exposição Monóculo

Para Fábio Pedrosa, a pintura não nasce necessariamente no momento em que o artista maneja o pincel. É antes, na observação do cotidiano e das paisagens, que o quadro começa a ser desenhado. É assim que ele encara as pinturas de Monóculo, exposição em cartaz no Museu dos Correios.
 
Pedrosa apresenta três séries nas quais prioriza diferentes tipos de temáticas e gêneros. Em uma delas, sobressai o caráter surrealista em cenas pescadas do dia a dia. Em outra, ele se desfaz das perspectivas e planos e deixa para trás questões mais concretas para se concentrar em alucinações, sombras e sonhos. Na série mais recente, há uma atmosfera mística que lembra o sagrado, embora as telas não tenham sido feitas com essa intenção.
 
“As três séries não têm nada de místico, mas eu e o curador Lourenço de Bem consideramos a pintura algo espiritual. A gente só pega no pincel quando a pintura está resolvida na nossa cabeça. A pintura é mais espiritual que física”, avisa.

Serviço
Monóculo
Exposição de Fábio Pedrosa. Curadoria: Lourenço de Bem. Visitação até 25 de junho, de terça a sexta, das 10h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, no Museu dos Correios (SCS quadra 4, bloco A, 256, ed. Apolo)


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES