Brasília-DF,
19/AGO/2017

Tropicália é o tema escolhido para celebrar a 33ª Feira do Livro de Brasília

O evento começa na sexta (16)

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Isabella de Andrade - Especial para o Correio - Publicação:16/06/2017 06:05
João Almino é uma das atrações de amanhã na Feira do Livro
 (Minervino Junior/CB/D.A Press)
João Almino é uma das atrações de amanhã na Feira do Livro

 
A 33ª feira do livro vai celebrar os ecos do Movimento Tropicalista, que sacudiu a estética brasileira em 1967 e continua a ecoar na produção cultural do país. 
 
Os autores locais terão forte participação ao longo do evento, mostrando que diferentes regiões do Distrito Federal expandem a criação literária. Os movimentos poéticos também marcam presença nas mesas de debate e levam mais poética às estantes da Feira, que acontece no shopping Pátio Brasil. 
 
O movimento atual de fortalecimento da produção feminina entre os livros é outro destaque e aparece entre debates e eventos como o Empoderosas em Pólvora, só com poetas mulheres.
 
Para o poeta Luis Turiba, um dos coordenadores do evento, o livro ainda é um objeto sagrado para a cultura e para impulsionar transformações sociais.
 
“A Feira será uma celebração da cidadania e dos saberes poéticos, literários, políticos e científicos. Será uma feira, principalmente, da criança candanga. Cada criança, um livro. Esse é o desafio da inclusão e da cidadania”, afirma o poeta.
 
O primeiro fim de semana conta com as conversas literárias entre o público e os autores  Angelo Agostini e João Almino além da velha guarda poética de Brasília e o Sarau Poético ler mais Brasil.
 
Enquanto isso, o domingo conta com debate sobre violência nas escolas, com a professora Rose Rodrigues e a psicóloga Luca Andrade; além de uma conversa sobre poesia como gênero popular contemporâneo, com Rômulo Neves. 
 
Ana Miranda também está presente em uma conversa literária que atrai um público de diferentes idades.
 
Os autores locais que iniciaram a criação poética em Brasília, como Anderson Braga Horta, e os lançamentos coletivos da Lançodromo acontecem diariamente, levando ao público quase 200 livros. 
 
A contação de histórias será outro aspecto constante da Feira, que pretende incentivar o contato literário desde a infância. 
 
SERVIÇO
Feira do Livro de Brasília
Shopping Pátio Brasil . Até 25 de junho. Durante o fim de semana, a programação vai das 10h às 19h. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES