Brasília-DF,
19/AGO/2017

'O olhar de Waldomiro' retrata imagens do cotidiano

Exposição traz um viés mais suave da forte arte de Waldomiro de Deus

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:23/06/2017 06:02Atualização:22/06/2017 17:48
Paisagens, pinturas de pássaros e bichos estão em  O olhar de Waldomiro
 (Reprodução/Waldomiro de Deus)
Paisagens, pinturas de pássaros e bichos estão em O olhar de Waldomiro
A exposição O olhar de Waldomiro, em cartaz no hall do Supremo Tribunal Federal (STF), reúne 40 obras de um pintor cujo olhar e trajetória sempre estiveram voltados para o cotidiano. Nascido na Bahia, Waldomiro de Deus foi para São Paulo aos 14 anos. Na capital paulista, foi menino de rua e realizou a primeira exposição no viaduto do Chá. Há 26 anos radicado em Goiânia, Waldomiro passou a ser nome frequente nas bienais e exposições de arte naïf.
 
As obras reunidas no STF celebram 57 anos de trajetória e enfocam o lado mais humano do trabalho do artista. “Embora Waldomiro seja conhecido pelas obras polêmicas, as pinturas escolhidas para a exposição são mais suaves”, avisa o curador da mostra, Edemm Shalon.

“A obra dele é muito crítica, traz uma mensagem e faz uma denúncia, mas na exposição preferimos mostrar um aspecto mais suave”, completa. Assim, são paisagens, pinturas de pássaros e bichos e algumas referências religiosas que aparecem nas telas.
 
SERVIÇO
O olhar de Waldomiro
Hall Ministro Menezes Direito (Ed. sede do Supremo Tribunal Federal - Anexo II). 
Visitação até 31 de agosto, de segunda a sexta, das 13h às 19h.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES