Brasília-DF,
13/DEZ/2018

Bruno Moreschi questiona limites físicos e sociais da arte em 'Ordenamentos'

'Ordenamentos' fica em cartaz até 19 de agosto, no Setor de Clubes Esportivos Sul

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:30/06/2017 06:02Atualização:29/06/2017 13:42
Série 'O museu está fechado para obras' faz reinterpretações do quadro 'Independência ou morte' (Reprodução)
Série 'O museu está fechado para obras' faz reinterpretações do quadro 'Independência ou morte'

O artista Bruno Moreschi gosta muito de questionar os espaços físicos e sociais nos quais a arte é produzida e apreciada. Boa parte das obras de Ordenamentos trata dessa questão. Em cartaz no Espaço Cultural Marcantonio Vilaça, agora em novo endereço, no Setor de Clubes Sul, a exposição reúne trabalhos produzidos entre 2012 e 2017 e agrupados sob curadoria de Caroline Carrion.
 
No total, seis obras compõem a exposição. Entre elas está Pintores, um site specific no qual Moreschi convida pintores de parede a escolher as cores a serem impressas na galeria, e O museu está fechado para obras, série de reinterpretações do quadro Independência ou morte, de Pedro Américo, feitas por pintores da Praça da República (São Paulo).
 
A pintura, que faz parte do acervo do Museu Paulista, está fora das vistas do público porque a instituição está fechada há duas décadas. Além disso, Moreschi também apresenta seu Art Book,  coletânea de verbetes com nomes de artistas criados por ele próprio a partir de uma pesquisa em enciclopédias de arte. “É um trabalho que tenta revelar o fundamento do sistema de arte contemporânea, que é algo que me interessa muito”, explica. “É um sistema muito codificado e até elitista.”
 
Agora instalado no prédio da Escola Superior do Tribunal de Contas da União (TCU), o novo Espaço Marcantonio Vilaça faz parte de um centro cultural que tem também auditório para 500 pessoas e uma sala exclusiva para o projeto educativo. Na sede do TCU, onde estava até o início do ano, o espaço expositivo consistia em 326m². Agora, a sala de exposições conta com 462 m². “Comparado com o espaço anterior, ganhamos muito”, avisa Elisa Bruno, chefe do local, que passa a abrigar também o Museu do TCU.

SERVIÇO
Ordenamentos
De Bruno Moreschi. Visitação até 19 de agosto, de terça a sábado, das 9h às 19h, no Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (Setor de Clubes Esportivos Sul Trecho 3 Polo 8 Lote 3)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES