Brasília-DF,
20/NOV/2017

Peça 'O pinguim' propõe reflexão sobre a existência

O Correio conversou com a atriz Juliana Dalle para entender um pouco mais sobre o espetáculo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rodrigo Barreto* Publicação:21/07/2017 06:01Atualização:20/07/2017 18:04
Em 'O pinguim',  Juliana Dalle e Fabiola Godoi vivem a mesma mulher, mas em períodos diferentes (Marina Cunha/Divulgação)
Em 'O pinguim', Juliana Dalle e Fabiola Godoi vivem a mesma mulher, mas em períodos diferentes

 
A peça O pinguim traz à cena cultural brasiliense uma personagem que vive a angústia do fim de um longo relacionamento e, ao mesmo tempo, expõe a importância e a audácia de vivenciar o luto para que haja recomeços.  O sentido da existência é tema principal da obra. “Olhar para a vida e buscar o novo” é como a atriz Juliana Dalle caracteriza a mensagem passada para o público.
 
Após um corriqueiro almoço, a personagem entra inesperadamente em um antiquário. Os sentimentos são sacudidos pelos objetos ali presentes. As histórias provocadas pelos utensílios se entrelaçam à vida e a despertam para qual rumo tomar. “O maior dilema da personagem é de como se reconstruir após 10 anos de relacionamento”, afirma a atriz Fabiola Godoi.

Juliana Dalle e Fabiola Godoi interpretam a mesma personagem —  uma retrata o passado, e a outra, a história presente. O pinguim é dirigido por Ana Paula Lopes.
 
*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

Serviço
O pinguim
Tao Filmes (711 Norte, Bl. C). Sexta (21/7) e sábado (22), às 20h30. Ingressos a R$ 15 (meia-entrada). Não recomendado para menores de 12 anos. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES