Brasília-DF,
20/AGO/2017

Museu da República recebe exposição de 45 artistas sobre ditadura

Entre as obras que criticam e retratam o período militar estão 25 obras de José Zaragoza, da série 'Não matarás'

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:11/08/2017 06:00
A resistência artística é um dos temas de 'Não matarás' (Museu Nacional/Divulgacao)
A resistência artística é um dos temas de 'Não matarás'

Foi para criticar a ditadura que José Zaragoza pintou a série Não matarás, entre 1980 e 1983. Doado ao Museu Nacional da República em 2013, o conjunto de 25 obras volta agora aos olhos do público acompanhado de uma leitura que envolve o diálogo com peças de outros 45 artistas selecionados por Wagner Barja, curador e diretor do museu.
 
Barja partiu de três inspirações. Além das obras de Zaragoza, também quis homenagear a pintura de João Câmara. Para ilustrar o conjunto, o curador estampou na mostra a frase emblemática na qual o crítico Mário Pedrosa concluiu: “Em tempos de crise, é preciso estar com os artistas”. “Estamos em um contexto de crise política e institucional e é conveniente a gente lembrar, ter uma memória, já que tanta gente está querendo um regime de exceção.”

SERVIÇO
Não matarás — Em tempos de crise,  é preciso estar com os artistas
Exposição de obras de 45 artistas. Curadoria: Wagner Barja. Visitação até 29 de agosto, de terça a domingo, das 9h às 18h30, no Museu Nacional da República (Conjunto Cultural da República, Setor Cultural Sul, Esplanada dos Ministérios)
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES