Brasília-DF,
21/JUL/2018

Sons da noite: Nando Reis volta a Brasília em outubro

Willie Walke, J.J. Jackson; Sérgio Ferraz Trio, Rodrigo Bezerra, Paula Zimbres e Engrenagem são algumas das atrações que estarão em Brasília nos próximos dias. Leia a coluna Sons da Noite

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Irlam Rocha Lima Publicação:18/08/2017 06:01Atualização:17/08/2017 17:51
Nando Reis e de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá festejam os 30 anos da Legião Urbana (Carol Siqueira/Divulgação)
Nando Reis e de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá festejam os 30 anos da Legião Urbana

 
 Belas vozes lusitanas 
 
Os dois nomes mais destacados da música portuguesa contemporânea, o cantor Antonio Zambujo e a cantora Carminho se apresentam em Brasília neste semestre, no auditório master do Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Ambos se tornaram populares no Brasil, principalmente depois de lançar discos em que reverenciam icônicos compositores da MPB.
 
Zambujo, que faz show em 26 de novembro tendo Roberta Sá como convidada, homenageia Chico Buarque com as canções do álbum Até pensei que fosse minha; enquanto Carminho, em 9 de dezembro, interpreta clássicos da obra de Tom Jobim, registradas no CD em que prestou tributo ao Maestro Soberano. Os ingressos para ambos os  shows começam a ser vendidos na segunda-feira, no G2 do Brasília Shopping. Não recomendado para menores de 14 anos.
 
Banda feminina
L, o musical, o instigante espetáculo com a assinatura de Sérgio Maggio, em cartaz no CCBB, além de ter no elenco atrizes e cantoras talentosas —  Ellen Oléria é uma delas —  conta com uma banda em cena, formada só por mulheres instrumentistas: Carolina Setubal (baixo), Marlene de Souza (guitarra), Nathália Reinehr (bateria) e Janá Sabino (teclados). Tocando músicas do repertório de Maria Bethânia,  Angela Ro Ro, Adriana Calcanhotto, Ana Carolina e Isabela Taviani, elas brilham sob a direção musical de Luiz Filipe de Lima.
 
Eu recomendo
Sérgio Morais (flauta), Augusto Contreiras (violão 7 cordas) e Rogerinho Córdova (pandeiro) formam o trio que cumpriu longa temporada no Mercado Municipal, de saudosa memória. Agora, aos sábados, a partir das 13h, eles tocam choro durante a feijoada do Figueira da Villa (Vila Planalto). O repertório é de primeira qualidade e inclui clássicos como Odeon (Ernesto Nazarteth), Lamento (Pixinguinha e Vinicius de Moraes), Noites cariocas (Jacob do Bandolim) e Brasileirinho (Waldir Azevedo). Classificação indicativa livre.
  
Rock sustentável
Já tem data marcada e atrações escolhidas a sexta edição do Green Move. O festival, que tem como foco a questão da sustentabilidade, volta a ser realizado na Esplanada dos Ministérios, em 7 de outubro, com shows de Nando Reis e de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, com a participação do ator e cantor André Frateshi, em comemoração aos 30 anos da Legião Urbana. Um dia antes, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional faz concerto no Parque da Cidade. Classificação indicativa livre.
 
Puro jazz
A segunda edição do Cerrado Jazz Festival, de 25 a 27 deste mês, vai reunir grandes nomes do gênero nacional e internacional. Pelo palco a ser instalado na área externa do Complexo Cultural da Funarte vão passar, entre outros, os norte-americanos Willie Walker, Annika Chambers e J.J. Jackson; os cariocas Raul de Souza Quinteto e Robertinho Silva Trio; o pernambucano Sérgio Ferraz Trio; e os brasilienses Rodrigo Bezerra, Paula Zimbres e banda Engrenagem. A entrada é franca. Classificação indicativa livre.
 
Exagerado vive!
Considerado o cover oficial de Cazuza, o cantor carioca Valério Araújo está de volta à capital. Nos dias 26 e 27, ele faz o show Exagerado, no Teatro Unip (913 Sul). Acompanhado por banda de cinco músicos, ele interpreta —  de forma teatral —  clássicos da obra do poeta do rock, como Maior abandonado, Pro dia nascer feliz, Faz parte do meu show, Codinome beija-flor e claro, a canção que dá título ao tributo.
 
Só clássicos
Em Da bossa ao samba, show do dia 26, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, Zélia Duncan e Mariene de Castro fazem duo em Cai dentro (Baden Powell e Paulo César Pinheiro) e Falsa baiana (Geraldo Pereira). Em números solo, Elza Soares ataca de Com que roupa (Noel Rosa), Malandro (Jorge Aragão) e Volta por cima (Paulo Vanzolini). Não recomendado para menores de 14 anos.
 
Bamba carioca
Marquinho Sathan volta a comandar roda de samba domingo, a partir das 13h, no Bar Brahma (201 Sul). O bamba carioca vai ser acompanhado por Sílvio Carvalho (voz e banjo), Breno Alves (voz e pandeiro), Raphael Paulista (violão 7 cordas), Pedro Molusco (cavaco), Jackson Delano (sopro), Valério Gabriel (surdo), Serginho (tantan) e Luiz Jambeiro (percussão). Não recomendado para menores de 18 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES