Brasília-DF,
26/MAI/2018

'Quando as formas se tornam relatos' réune trabalhos de 12 artistas plásticos

Mais que uma exposição, 'Quando as formas se tornam relatos' narra histórias contadas por 12 artistas plásticos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:25/08/2017 06:01Atualização:24/08/2017 18:13

João Castilho é um dos artistas que participam de 'Quando as formas se tornam relatos' (João Castilho/Divulgação)
João Castilho é um dos artistas que participam de 'Quando as formas se tornam relatos'

Há narrativas em todas as obras expostas em Quando as formas se tornam relatos. Elas contam histórias, mesmo que isso não aconteça de forma clara ou explícita. Dispostas na Casa da Cultura da América Latina (CAL), essas obras também não estão, necessariamente, identificadas.


Com curadoria de Ana Avelar, a exposição reúne trabalhos de Laura Andreato, Paul Setúbal, Raquel Nava, Renato Pera, Clarisse Tarran, Dora Smék, Fábio Tremonte, Jaime Lauriano, João Castilho, Laís Myrrha, Fernando Piola e Gustavo Von Ha, com trabalhos nos quais as histórias são contadas do ponto de vista do artista. “Uma das diretrizes da exposição é pensar os vários pontos de vista em jogo quando a gente conta uma narrativa. Quando uma pessoa conta uma história à outra, ela tem sempre um ponto de vista testemunhal e os trabalhos da exposição têm isso”, avisa Ana.

 

Dois outros detalhes foram importantes para a curadora quando convidou os artistas para participar da mostra. Um era a falta de verbas para produzir os trabalhos. A CAL faz parte da Universidade de Brasília (UnB) e não dispõe de dinheiro para financiar os trabalhos. Ana pediu aos artistas que trabalhassem com isso em mente. “Assim, todos os trabalhos ou foram feitos em Brasília ou cabem em uma mala”, avisa.

 

O outro detalhe era a precariedade dos espaços expográficos. Ana quis que a exposição extrapolasse as salas tradicionalmente destinadas às exposições para poder criar um comentário sobre as estruturas museais brasileiras, nem sempre bem cuidadas ou alvo de investimentos. Quando chega à CAL, o visitante recebe um folder com um mapa das obras. A maioria delas não está identificada e se mistura com a própria galeria ao ocupar locais nunca destinados a exposições, como a sala da diretoria e os banheiros.

 

Serviço

Quando as formas se tornam relatos

Exposição com 12 artistas e curadoria de Ana Avelar. Visitação até 10 de outubro, de segunda a sexta, das 9h às 20h, na Casa da Cultura da América Latina (CALUnB).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES