Brasília-DF,
16/JUL/2018

Cia Nós de Bambu se apresenta o espetáculo 'Mar sem beira'

Espetáculo 'Mar sem beira' traz uma mistura de poesia, bambu e circo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Isabella de Andrade - Especial para o Correio - Publicação:29/09/2017 06:00Atualização:28/09/2017 18:52
Em 'Mar sem beira', a poesia sobre as águas é levada ao palco (Daniel Lavenère/Divulgação)
Em 'Mar sem beira', a poesia sobre as águas é levada ao palco
Inspirada no movimento que surge entre a união de corpos e bambus surge a poética que ocupa os palcos em que se apresenta a Cia Nós no bambu. As características do bambu, as soluções criativas para utilizar o material, a criação de esculturas artesanais e novas formas de interação cênica são o foco da companhia. Os integrantes misturam habilidades circenses, de dança e acrobacia para contar as histórias cheias de poesia do grupo, como a mais recente, Mar sem beira.
 
Poela Muhlenberg, uma das atrizes do espetáculo e fundadora da companhia, conta que a criação foi influenciada pela temática do mar. “Mar sem beira nasceu do interesse de criar um espetáculo de circo-coreográfico com um instrumento de bambu chamado tripé. É uma forma muito simples, autoportante e manipulável. Partimos desse princípio: que possibilidades existem a partir do bambu?”, conta a atriz.
 
A dramaturgia é contada a partir dos gestos, da atuação cênica, do movimento poético, sem palavras. A cia Nós do bambu busca uma poética expressiva misturando dança, teatro, música, esculturas de bambu cenográficas e técnicas circenses.


Serviço

Mar sem beira
Teatro Funarte Plínio Marcos (Eixo Monumental). Sexta (29/9) e amanhã (30/9), às 20h; e domingo (1/10), às 19h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Classificação indicativa livre.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES