Brasília-DF,
20/OUT/2017

Confira entrevista com a banda Carne Doce, que faz show nesta sexta

A banda se apresenta no Outro Calaf

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Alexandre de Paula- Especial para o Correio Publicação:06/10/2017 06:01Atualização:05/10/2017 17:00
 A banda Carne Doce não tem medo de abordar questões como aborto  (Beatriz Perini/Divulgação)
A banda Carne Doce não tem medo de abordar questões como aborto

 
A voz inconfundível de Salma Jô é um dos trunfos da banda goiana Carne Doce. A cantora, de performance também marcante, é responsável pelas letras contundentes do grupo, um dos mais elogiados da safra da nova música brasileira. Nesta sexta-feira, eles se apresentam no Outro Calaf, na festa Desfrute.
 
O grupo, que tocou na capital em outras oportunidades, prepara agora um show mais longo, baseado no repertório de Princesa, álbum mais recente. “Estamos compondo o terceiro disco, mas vamos tocar músicas do Princesa, que ainda não tocamos em Brasília, como Amiga”, conta Salma.
 
Pela força das letras que falam de questões como gênero e o aborto, algumas canções da banda, como Falo, foram elevadas à condição de hino para alguns fãs. Salma, no entanto, evita análises radicais. “Eu acho que fui feliz em algumas músicas não porque dei respostas, ou porque trouxe soluções e caminhos, mas porque falei de sentimentos autênticos, porque compartilhei dores e desejos que são comuns a outras pessoas”, acredita.

SERVIÇO
Carne Doce
Outro Calaf (Setor Bancário Sul, Quadra 5)
Sexta (6), a partir das 22h. Ingressos: R$ 30 (segundo lote). Não recomendado para menores de 18 anos

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES