Brasília-DF,
20/MAI/2018

Município goiano oferece ecoturismo em caverna de quase 50 metros

Próxima a Brasília, Vila Propício guarda o segundo maior complexo de cavernas do Brasil

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Lucas Santin* Publicação:19/01/2018 06:00Atualização:18/01/2018 13:35
O Lago Azul é um dos pontos mais visitados de Vila Propício (Goiás Turismo/Divulgação)
O Lago Azul é um dos pontos mais visitados de Vila Propício

 
A 194km de brasília, está localizada Vila Propício. O jovem município, que até 1995 pertencia a Pirenópolis, hoje tem pouco mais de 5 mil habitantes. O início da cidade foi na década de 1950, com famílias de fazendeiros que chegaram ao local. A mais famosa delas foi a de Joaquim Propício Pina, que deu nome à cidade. Quando os habitantes começaram a comercializar os produtos cultivados na região, Joaquim Propício e a família construíram uma escola. A cidade fica entre os municípios de Padre Bernardo e Pirenópolis. Próxima a ela, encontra-se também Goianésia.
 
Mais de 50 cavernas estão localizadas em Vila Propício, com 29 delas registradas pela Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE). Entre os pontos mais visitados estão a cachoeira Rio dos Patos, as cavernas Chico Pina, Dois Irmãos, Três Marias e a da Samambaia, além do Lago Azul, ideal para os turistas que procuram um bom banho. A cidade ainda é pouco explorada pelo turismo ecológico. Poucas cavernas recebem visitantes. Algumas também estão disponíveis para a prática de esportes como rapel.

A região é o segundo maior complexo de cavernas e grutas do Brasil, atrás somente do Parque Estadual Terra Ronca, também em Goiás. A caverna da Samambaia, a maior da região, tem desnível de 47m e está entre as 50 maiores do Brasil, segundo a SBE. Ela também é chamada de Caverna da Garganta, pois recebe grande parte da água da chuva e, assim, facilita o desenvolvimento das samambaias. Para a visita a essa e a outras cavernas é aconselhada contratação de um guia para facilitar a chegada. O serviço custa em média R$ 70, o dia.

Para o Lago Azul, guias não são necessários. Percorre-se 20km de estrada de chão até o local. Além do banho, o visitante pode alugar equipamentos de mergulho para explorar a nascente e nadar com os peixes que habitam o lago. Um ponto dentro da cidade que também atrai visitantes é a Praça do Carro de Boi.

A contratação dos guias para os passeios deve ser feita na cidade. O site da prefeitura de Vila Propício disponibiliza telefones para contato prévio.

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

Onde ficar
Hotel e Restaurante Almeida (R. Balbino Aragão, 971-1007, Vila Propício - GO; 62 3320-0105) . Diária a partir de R$ 80 (casal). Quartos com ventilador, internet e televisão. Café da manhã incluso.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES