Brasília-DF,
17/JUN/2018

Xande de Pilares se apresenta na Bamboa

O cantor, que comemorou o carnaval em Brasília, promete show eclético

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ronayre Nunes* Publicação:23/02/2018 06:00Atualização:22/02/2018 19:04

Anos de carreira permitem show eclético a Xande de Pilares:
Anos de carreira permitem show eclético a Xande de Pilares: "repertório vai ser o que o público quer"

 

"Levante a cabeça, amigo, a vida não é tão ruim. No mundo a gente perde, mas nem sempre o jogo é assim". Entre letras que se transformam em clássicos do samba brasileiro, como Clareou, Xande de Pilares é consagrado como um dos grandes da música popular do país. Sábado (24/2), todo esse talento estará nos palcos da Bamboa Brasil (SHS, 3334-4450). Esta será a quarta apresentação de Xande na cidade em 2018 — "Vou muito a Brasília. Tenho amigos na cidade e gosto de revê-los".

 

"Como eu tive uma carreira muito extensa com o Revelação, o repertório vai ser o que o público quer, eu levo na bagagem muitos clássicos, outras canções mais novas, trabalhos com outros artistas", explica.

 

Xande conta que a relação com o samba e com o carnaval começou aos 16 anos e que a carreira aponta para uma forte evolução a partir de nomes que marcaram para sempre a música nacional. "A minha sorte foi ter aprendido com uma geração muito rica, desde Zeca Pagodinho até Arlindo Cruz. Agora tem uma nova geração, a molecada tem de fazer o que eles curtem, desde que seja samba, não importa se é lento, ou rápido, de um jeito ou de outro, o que importa é que o samba seja samba. O samba tem história, não é momento, veio desde antes, passou pela minha época e até agora está aí se reinventando", filosofa o compositor.

 

Cantor que comemorou parte do carnaval 2018 na capital ("Foi uma emoção muito grande, eu nunca tinha tido a oportunidade de ter contato com as escolas daí", conta), escreveu, pela terceira vez, o samba-enredo do Salgueiro e deixa claro a importância do carnaval para a carreira: "O compositor tem de ter a experiência desse tipo de trabalho no carnaval. A primeira vez que eu participei de um carnaval, com 16 anos, eu puxava os carros, agora eu sou um dos compositores. A emoção de ter o seu samba cantado pelo público é sem preço".

 

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader 

 

Serviço

Xande de Pilares

Bamboa Brasil (SHS, 3334-4450). 

Sábado (24/2), às 22h. Ingressos a R$ 40 (Frente palco), R$ 60 (camarote). Valores referentes à meia-entrada. Não recomendado para menores de 16 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES