Brasília-DF,
26/MAI/2018

Exposição de Tony Lima na Casa Thomas Jefferson conta com 20 obras

Retratando apenas mulheres, piauiense Tony Lima desenha figuras que remetem ao início do século 20

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:16/03/2018 06:04Atualização:15/03/2018 18:42
Tony Lima segue a mesma técnica há 20 anos, quando deixou de ser garçom para viver de arte
 (Tony Lima/Divulgacao)
Tony Lima segue a mesma técnica há 20 anos, quando deixou de ser garçom para viver de arte

 
As mulheres longilíneas e com vestimentas que remetem às primeiras décadas do século 20 já viraram uma instituição no ateliê do pintor Tony Lima. Há mais de duas décadas, o artista piauiense, radicado em Brasília desde os anos 1980, se debruça sobre composições que trazem apenas mulheres e é uma nova leva dessa produção que ele mostra na Casa Thomas Jefferson.

No total, são 20 pinturas de mulheres inspiradas na obra de Amadeo Modigliani, artista que sempre serviu de modelo a Tony Lima. Todas as obras foram produzidas entre 2017 e 2018, conforme uma técnica que o artista desenvolve há mais de duas décadas, quando decidiu deixar de ser garçom para viver de arte.

Tony Lima, 54 anos, é autodidata e desenha desde a infância. Nascido em Parnaíba (PI), ele veio para Brasília nos anos 1980 e trabalhou em vários estabelecimentos comerciais. Foi durante um curso de desenho na então papelaria Polyarte que ele descobriu o próprio estilo. "Já tentei sair dessa linha e ir para outra, mas não consigo", brinca. Quando descobriu a obra de Modigliani, ficou encantado e mergulhou na pintura das mulheres longilíneas.
 
Serviço
Pinturas de Tony Lima
Galeria da Casa Thomas Jefferson (706/906 Sul). Visitação até 14 de abril, de segunda a sexta, das 9h às 21h, e sábados, das 8h às 12h.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES