Brasília-DF,
21/ABR/2018

Festival 'Movimento Internacional da Dança' agita Brasília até 29 de abril

O Movimento Internacional da Dança reúne manifestações artísticas de diferentes estilos e tem como proposta a aproximação entre público e companhias

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Isabella de Andrade - Especial para o Correio - Nahima Maciel Publicação:13/04/2018 06:03Atualização:12/04/2018 16:50
Coreografia de curta duração do Distrito Federal (MID/Divulgação)
Coreografia de curta duração do Distrito Federal

A quarta edição do Movimento Internacional de Dança (MID) tem início nesta sexta-feira com a proposta de mapear a nova dança brasileira e internacional e aproximar o público dessa linguagem. Um dos idealizadores do festival, Sérgio Bacelar diz que a dança passou por um momento de crise e andou afastada do público. Agora, ele acredita, há uma retomada e o MID vai refletir isso.

A programação traz uma boa mistura de dança contemporânea e de rua numa tentativa de mostrar que há diálogos e intersecções entre todas as linguagens. “Nos últimos anos, houve uma redução da participação do público nas artes cênicas e na dança, mais ainda. O MID vem para oferecer uma programação ao público que não tem essa programação com regularidade”, avisa Bacelar.

A mistura de estilos, gêneros e origens é a marca da seleção feita pelos curadores. Ao todo, são 19 atrações nacionais e 15 internacionais, além da participação de grupos do Distrito Federal. As apresentações ocupam diferentes espaços da cidade e passam por Ceilândia, Taguatinga, Gama e Plano Piloto. Oficinas e um programa para crianças também entraram para a agenda. O debate sobre a inclusão nas manifestações culturais aparece em pauta com o espetáculo Eufonia, que será apresentado para 500 estudantes com deficiência intelectual e 49 profissionais da educação da rede pública de ensino de Brasília.

A abertura, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), traz a coreografia Lub Dub, do Balé Teatro Castro Alves, que também se apresenta amanhã. Da França, o MID traz Boomerang, espetáculo que sintetiza a ideia de reunir os diversos estilos de dança praticados hoje. “Lud Dub e Boomerang são espetáculos que nosso público não vê há muito tempo”, avisa. “E, diferente de muitos festivais, nós queremos fazer convergir os diferentes segmentos da dança, como a dança de rua, o break, a dança contemporânea investigativa e uma dança mais palatável.”

Batalha de break, charme e jazz também fazem parte da programação.De Brasília, o público vai poder conhecer trabalhos recentes da Antis Status Quo, Corpo de Baile Noara Beltrami e da Foco Cia. e Dança. Em 2018, o projeto faz homenagem a duas figuras de grande importância para a expansão da dança e da cultura brasileira: Yara de Cunto e Jean Pascal Quiles.

Serviço
Movimento Internacional da Dança
De 13 a 29 de abril, no Sesc Taguatinga, Sesc Ceilândia, Sesc Gama, JK Shopping, Instituto Federal de Brasília, Teatro Dulcina de Moraes, Centro Cultural Banco do Brasil e Funarte. Os ingressos custam R$ 10 (meia-entrada) e entrada franca (a depender da programação). Confira a programação completa no site do projeto: www.movimentoid.com.br.

Lud Dub
Espetáculo do Balé do Teatro Castro Alves. Sexta-feira, às 20h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia)




COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES