Brasília-DF,
22/OUT/2018

Festa Melanina reúne Rael, Drik Barbosa e Kl Jay no Mané Garrincha

Confira outras opções de festa no fim de semana em Brasília

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:04/05/2018 06:00Atualização:04/05/2018 09:46

Baile black

O rapper Rael se apresenta sábado no Mané Garrincha (Influenza Produções/Divulgação)
O rapper Rael se apresenta sábado no Mané Garrincha

A festa Melanina chega à 25ª edição sábado (5/5), às 23h, com a presença de três grandes nomes do rap: Rael, Kl Jay e Drik Barbosa. Do cenário brasiliense estarão no comando da pista de dança do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental) os DJs Ocimar, Janna e Zulu. A noite ainda terá apresentação das companhias de dança Cia. Have Dreams e Street Jam Cia. de Dança.

O rapper Rael fará um show da turnê Coisas do meu imaginário. “O repertório é uma mescla desses quatro discos (lançados ao longo da carreira) e esse single atual”, revela o cantor.

Além disso, o artista contará com participação especial de Drik Barbosa, que lançou, em março deste ano, o primeiro EP da carreira, o álbum Espelho, formado por cinco faixas.

“Estou muito ansiosa para voltar a Brasília, porque, a primeira vez em que eu fui cantar fora de São Paulo, foi exatamente num show na cidade em que fiz uma participação com o Emicida”, lembra Drik. Na apresentação na Melanina, ela cantará ao lado de Rael, com quem gravou a faixa Avuá, que também conta com Kamau, Emicida, Fióti e Coruja BC1. “Agora, estarei com o Rael, um cara incrível”, completa.

O outro grande nome da noite é o DJ Kl Jay, do Racionais MCs, e que costuma ter passagem pelas festas blacks da capital, como Melanina e Makossa. No set da noite de sábado (5/5), o artista fará uma grande mistura com canções do rap, da MPB, da soul music e até do funk.

Os ingressos custam R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia) e estão à venda no site www.influenzaproducoes.com.br/melanina. Assinantes do Correio têm desconto de 50% na inteira. Não recomendado para menores de 18 anos. 
 
Três perguntas / Rael 
 
O seu show terá participação especial com a Drik Barbosa. Como se deu essa parceria entre vocês e como será essa dinâmica no show?
A minha parceria com a Drik já tem um certo tempo, até um pouco antes de ela entrar para o Laboratório Fantasma. A gente já fez show juntos no Rio de Janeiro. Ela abriu meu show no Circo Voador e também em Porto Alegre. A gente criou essa relação de trabalho e de amizade também. Em relação ao show, a gente tá bolando um plano em qual música ela pode participar. Isso vai ser surpresa na hora do show.

Seu trabalho mais recente é o Ao vivo em SP, do ano passado, mas neste ano você lançou um single Sons de amor. Você está trabalhando em algum novo álbum? O que pode contar sobre seus projetos atuais?
Esse ano lancei três singles, na verdade. Tá pra nascer quem não gosta, que é a minha parceria com o Seakret; Resenha de futebol, que sou eu, Karol Conká e o Rincon (Sapiência); e tem Sons de amor com a Mariana Nolasco, que, na verdade, foi uma coisa nova pra mim porque recebi o convite dela e entrei como produtor musical. Eu produzi o hit. Foi uma parada interessante e nova que eu tenho curtido fazer, de transitar em outras atmosferas, sem ser a minha do rap que estou acostumado. Estava trabalhando com o produtor Mirada. Começamos um trabalho grande que era para o ano que vem. Era para estar em estúdio, mas ele, infelizmente, ele faleceu. Isso deu uma mudada no cronograma, no que lançar, no que fazer. Ainda estou entrando em sintonia com essa questão. Provavelmente coisas novas no ano que vem estão à vista.

Você já fez vários shows aqui na cidade. Como é a sua relação com o público brasiliense?
A minha relação com Brasília é maravilhosa. Eu vou aí desde o primeiro disco solo. Daí para frente minha relação foi bem estreita. Eu comecei a ter uma frequência de shows. Num ano, eu sempre passo por aí umas duas vezes. É sempre bom. Sou sempre bem recebido dentro e fora, nas cidades satélites. Já fiz apresentações na Ceilândia e na festa Melanina deve ser a terceira vez. Sou sempre muito bem recebido e acho bacana a temática da festa. 

Convidado especial


O sambista Nelson Sargento é o convidado do evento Já Chegou Quem Faltava. O carioca vem a Brasília para participar da edição comemorativa de três anos do projeto no domingo (6/5), às 16h, no Círculo Operário do Cruzeiro (AE). Grande nome do samba, Sargento apresentará um repertório com clássicos como Agoniza mas não morre e Falso amor sincero, além de sambas da escola fluminense Mangueira, que completou 90 anos no último fim de semana. Os ingressos custam R$ 20 (até as 18h) e R$ 25 (após). Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 18 anos.

Diversidade de ritmos


Samba, pagode, funk e house music unem forças na festa Deu Samba, sábado (5/5), a partir das 22h, na Bamboa Brasil (SHIP, Tc. 2). Para celebrar o nome do evento, comandam a balada as bandas Di Propósito e Grupo Moleque, com o melhor do samba e do pagode. Completam a noite os DJs Kacá e Gusttavo Carvalho, que apresentarão os demais ritmos. Entrada a R$ 30 (até as 23h) e R$ 50 (após), com nome na lista (sabado@bamboabrasil.com.br). Não recomendado para menores de 18 anos.

Diretamente de Portugal


O DJ Pete Tha Zouk é a grande atração da festa Warm Up Music Motion. A balada, que será sexta (4/5), às 23h, na Pink Elephant (SCES, Tc. 2), é uma espécie de aquecimento para outra festa, a Music Motion, marcada para 12 de maio. Natural de Portugal, o artista é um dos mais requisitados do país e considerado o 37º melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag Top 100, especializada no tema. No show em Brasília, o artista fará um set com sucessos da carreira, como Monsoon, I’m back again e Paradise. Entrada a R$ 60 (mulheres) e R$ 80 (homens). Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Não recomendado para menores de 18 anos.

Noite de funk


O funkeiro MC Davi se apresenta sexta (4/5), a partir das 23h, na boate Shed Western Bar (SCES, Tc. 2). O artista ganhou notoriedade na internet ao lançar vídeos no canal de KondZilla. Em parceria com o produtor, ele divulgou as canções Fiquei só e Mais que dinheiro, que têm, juntas, mais de 63 milhões de visualizações no YouTube. Após o show do cantor, a casa noturna conta com apresentação de Rafa Garcia e da dupla Nando & Gabriel, além da discotecagem do DJ Brunno Campos. Entrada a partir de R$ 50. Valor de meia-entrada e sujeito a a alteração. Não recomendado para menores de 18 anos.

Outros agitos


A festa Stage está de volta, com edição neste sábado (5/5), a partir das 22h, no Outro Calaf (SBS, Qd. 1). Desta vez, as bandas em tributo serão Artic Monkeys, The Killers e The Strokes, que serão celebradas por Age of Machines, Painkillers e Juicebox. Ingressos a R$ 20 (até as 23h), R$ 30 (até a 0h) e R$ 40 (após), com nome na lista. Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 18 anos.

O projeto Bailame fará um tributo às mães no domingo (6/5), a partir das 16h, no Clube dos Previdenciários (712/912 Sul). A tarde será embalada pelo grupo Sr. Gonzales Serenata Orquestra, formado por André Gonzales, Esdras Nogueira, Fernando Jatobá e Dr. Dreher. Ingressos a R$ 20 (inteira). Não recomendado para menores de 18 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES