Brasília-DF,
23/SET/2018

Caia na balada: eventos do fim de semana em Brasília vão de funk a festa junina

No Festival Móveis Convida, atrações nacionais e internacionais se apresentarão no Setor Comercial Sul

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Adriana Izel Publicação:11/05/2018 06:00Atualização:10/05/2018 15:04

A cantora angolana Titica vem de Angola se apresentar no Setor Comercial Sul (Rômulo Juracy/Divulgação)
A cantora angolana Titica vem de Angola se apresentar no Setor Comercial Sul
 

Festival diversificado


Desde quarta-feira, o Festival Móveis Convida está com programação na cidade. Ao longo da semana, o evento promoveu rodas de debates, mesas redondas, workshops e pitchings e, agora, encerra a edição no domingo (13/5), a partir das 15h, com 12 atrações subindo ao palco, na Quadra 3 do SCS.

De fora do Brasil serão dois convidados: a banda The Slackers, dos Estados Unidos, e a cantora Titica, de Angola. Nome referência do kuduro na África, Titica esteve em Brasília durante o Festival Favela Sounds. "Brasília tem um carinho especial por mim e gostei da forma com que fui recebida no festival Favela Sounds. Fiquei muito feliz quando tive o convite novamente para poder abrilhantar o público de Brasília com a minha música", revela.

A artista apresentará um repertório de música angolana com passagem pelo kuduro. "É um repertório que está preenchido de muita alegria, muita dança e muita interação com o público", garante a cantora que lançou a música Capim Guiné, com a banda Baiana System, e já tem uma parceria gravada com Pabllo Vittar.

Completam o line-up as bandas Àtooxxá, da Bahia; Francisco, el hombre, de São Paulo; e Kalouv, de Pernambuco. Do cenário brasiliense, estarão presentes O Tarot, Nuggetz e Moara e Tiju, além dos DJs La Ursa e Lulu Praxedes. Ingressos a R$ 20 (antecipado e meia-entrada). Não recomendado para menores de 16 anos.

Duas perguntas


Titica

Você tem feito vários projetos no Brasil. Como é a sua relação com o país?

Sempre me identifiquei com o Brasil, tenho como uma segunda casa. Desde pequena sempre vi as novelas, séries e filmes e me identificava com vários tipos de personagens. Angola e Brasil são muito parecidos, não sei se é por serem dois países tropicais.

Para você, qual é a importância de ser uma cantora trans com destaque mundial?

Nunca contei com isso, mas sempre disse as palavras têm poder: "eu vou ser famosa, um dia vou dividir o palco com Beyoncé". Sempre fui de plantar boas coisas e energias positivas. Para mim, isso é muito importante. Isso mostra mais uma vez que o mundo está mudando e respeitando as diferenças, porque ser diferente é apenas diferente. Prometo fazer do bom e do melhor para não decepcionar meus fãs. Fazer com que as pessoas se espelhem em mim, na Pabllo e em pessoas que lutam contra o preconceito e a homofobia.

Noite funkeira


Os funkeiros MC Livinho e MC Sapão serão as grandes atrações da festa La Casa de Funk, que será nesta sexta (11/5), a partir das 22h, na Stage Music (SHTN, Tc. 2). Ambos chegam à cidade com o repertório composto pelos principais hits da carreira. Nos intervalos dos shows, a pista de dança será comandada pelos DJs Any Borges, Mari Teixeira, Higor Touret, Kaca, Dudu TrocaTapa, Costanelas, Grupo Senx Gang e André Cavellher. Entrada a R$ 60 (meia-entrada e 2º lote). Não recomendado para menores de 18 anos.

Batida eletrônica


Depois de se consolidar no eixo Rio-São Paulo, o festival Music Motion desembarca na capital federal para edição sábado (12/5), a partir das 22h, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha (Eixo Monumental). Os grandes nomes da noite são os DJs Watermät, da França, e Dimmi (foto), residente do Réveillon de Milagres e com parcerias com nomes como Goldfish (The storm) e Zeeba (Found u). A noite ainda terá discotecagem dos DJs Zerb (Réveillon Let’s Pipa), Pontifexx (Festa Surreal), Luiz Antony (Festa Paradiso) e Anndrey Mansur (Nosso Camarote-RJ). Entrada a R$ 70 (mulheres) e R$ 80 (homens), pista; R$ 130 (mulheres) e R$ 160 (homens), para camarote; e R$ 130 (mulheres) e R$ 160 (homens), backstage. Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Não recomendado para menores de 18 anos.
 

Momento do pagode


A banda Turma do Pagode se apresenta sexta (11/5), a partir das 22h, na Bamboa Brasil (SHIP). O grupo chega à cidade com o show Deixa em off, em que celebra canções da carreira, como a faixa-título Se eu pudesse, Cobertor de orelha e Só do que mal apaixonado. Completam a noite a banda Na Gandaia e o DJ Gusttavo Carvalho. Os ingressos custam R$ 50 (pista) e R$ 70 (camarote). Valores de meia-entrada. À venda em www.bilheteriadigital.com.br. Não recomendado para menores de 16 anos.

Clima junino


O cantor Léo Magalhães se apresenta sexta (11/5), a partir das 22h, no Parque Leão da Vaquejada (BR-060, Km 0 — Recanto das Emas). O artista é uma das atrações do Arraiá do Parque promovido pela Clube FM. O cantor apresentará um show com o repertório do álbum De bar em bar, gravado em Goiânia, que tem faixas como Atende aí, São tantas coisas e Me jogou na rua. Completam a noite a dupla brasiliense Henrique & Ruan e o cantor Higor Soares. Ingressos a R$ 30 (meia) e R$ 60 (inteira). Assinantes do Correio têm 60% de desconto no preço da inteira. Não recomendado para menores de 18 anos.

Outros agitos


No domingo (13/5), a partir das 17h, as mães serão celebradas no projeto Emoções no TAJ: Tributo a Roberto Carlos, no TAJ Bar (SCES, Tc. 2). A homenagem ao repertório do rei será feita pela Banda Vital e o cantor Meolly. Entrada a R$ 15 (mulher) e R$ 30 (homem). Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 18 anos.

Dhi Ribeiro comanda sexta (11/5), a partir das 21h, o Samba mulher na sede da Aruc (Cruzeiro). Além da artista, a noite contará com participação especial de Kris Maciel e abertura do Grupo Samba Flores. Entrada a R$ 120 (mesa com quatro cadeiras) e R$ 25 (pista). Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Não recomendado para menores 
de 18 anos.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES