Brasília-DF,
21/SET/2018

Nem tudo é perfeito: exposição de Arnaldo Saldanha aposta na dialética da beleza

Exposição 'Sem o peso de nenhuma lembrança' reflete sobre a felicidade extrema expressa nas redes sociais

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:08/06/2018 06:00
O trabalho de Arnaldo Saldanha combate a banalidade da fotografia na internet  (Arnaldo Saldanha/Divulgacao)
O trabalho de Arnaldo Saldanha combate a banalidade da fotografia na internet


A maneira como o homem contemporâneo se relaciona com a imagem foi o ponto de partida para o fotógrafo Arnaldo Saldanha conceber o ensaio Sem o peso de nenhuma lembrança, em cartaz a partir deste sábado (8) na Galeria XXX.
 
Diante do bombardeio de imagens que sugerem, nas redes sociais e na internet, mundos e vidas felizes e alegres, o artista passou a refletir sobre o que não é mostrado. “Todo mundo quer mostrar um lado mais suave, quando há todo um sofrimento que não é mostrado. É uma relação que a gente ainda procura entender e esse trabalho é uma maneira de tentar discutir um pouco mais essa relação”, explica.
 
A banalidade da imagem e a noção de memórias reprimidas guiaram Saldanha em uma série de 22 registros que trazem paisagens e objetos fotografados de maneira conceitual e com um propósito simbólico. “Meu trabalho fica entre o documental e a fotografia contemporânea e esse trabalho tem um viés mais poético, mais conceitual”, avisa.
 
“Tento achar uma atmosfera dentro de uma imagem, é uma foto mais minimalista. Nossa relação com a imagem hoje é complicada e vai em diversos aspectos. Temos uma dependência maior da imagem do que antigamente”, diz.

Serviço:

Sem o peso de nenhuma lembrança
Exposição de Arnaldo Saldanha. Curadoria: Rogério Carvalho. Abertura neste sábado (8), às 19h, na Galeria XXX. (Rua Sucupira, 23, Condominio Verde, Jardim Botânico).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES