Brasília-DF,
18/NOV/2018

Musical 'O tocador da viola envenenada' retrata a história da viola caipira

Montagem, de Sergio Maggio, estará em cartaz neste fim de semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinícius Veloso* Publicação:27/07/2018 06:00Atualização:26/07/2018 18:11

'O tocador da viola' vai de folk à música regional brasileiro
 (Zuleika de Souza/Divulgação)
'O tocador da viola' vai de folk à música regional brasileiro

 

Com uma história inspirada na arte de tocar viola caipira, o musical O tocador da viola envenenada, de Sergio Maggio, ganhou formato. Com direção musical de Luís Filipe de Lima e coordenação artística de Roberto Corrêa, a montagem da peça passou por um momento de definição cênica, seguido de uma sala de ensaio.

 

"O trabalho de pesquisa partiu do cruzamento entre as lendas dos violeiros e a história sobre o pacto entre Fausto e Mephistófeles", disse o diretor.

 

Há quem diga que tocar viola seja um dom  que se recebe ao nascer. Quem não for contemplado com ele, entretanto, pode conquistar pelo misticismo. A peça aborda o caso do jovem Tobias que, na infância, mexeu na viola enfeitiçada do pai, João, e viu a vida virar pelo avesso.

 

Embalado pelas músicas da banda Judas, o espetáculo conta com canções que variam da folk music até a viola brasileira. Adalberto Rabelo Filho, um dos vocalistas, reitera a importância de participar de O tocador da viola envenenada: "É muito emocionante ver a imensidão do sertão da Judas assimilada e enriquecida pela dramaturgia".

 

*Estagiário sob supervisão de Vinicius Nader

 

Serviço

O tocador da viola envenenada

Teatro Sesi Yara Amaral (Taguatinga). Sábado (28/7), às 21h e domingo (29/7), às 17h e às 21h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 12 anos. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES