Brasília-DF,
18/DEZ/2018

Almir Sater desembarca em Brasília para show nesta sexta

O violeiro retorna à capital para show recheado de clássicos, como 'Tocando em frente' e 'Chalana', no repertório

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ronayre Nunes* Publicação:21/09/2018 06:00Atualização:20/09/2018 17:04

Almir Sater levará ao palco os clássicos 'Tocando em frente', 'Chalana' e 'Trem do pantanal'  (Eraldo Peres/Photo Agencia)
Almir Sater levará ao palco os clássicos 'Tocando em frente', 'Chalana' e 'Trem do pantanal'

 

Acompanhado da fiel escudeira, a viola caipira de 10 cordas, Almir Sater sobe ao palco do Centro de Convenções Ulysses Guimarães nesta sexta (21/9), às 21h. A ideia da apresentação é apelar para um tom mais intimista, que promova mais contato do artista com o público.

 

No repertório, clássicos que marcaram o sertanejo nacional, como Tocando em frente, Chalana e Trem do Pantanal

 

"Meus shows são sempre em cima das minhas canções, são autorais. Musicalmente esse show é mais diferente, pois muita das músicas serão em cima do meu trabalho com Renato Teixeira, o AR (que ganhou um Grammy Latino em 2016)", adianta Almir, em entrevista ao Correio.

 

Aos 40 anos de carreira, Sater diz que o momento é de estabilidade. "Depois que a gente grava 10 discos e tem mais de quatro décadas na estrada, o trabalho está consolidado, a árvore cresceu e deu sombra", defende, lembrando que o show em Brasília faz parte dessa calmaria: "Sempre acho muito especial tocar em Brasília, eu percebo sotaques do Brasil inteiro, é um público muito educado, gentil, sempre muito bom tocar aí".

 

Sobre o futuro, a promessa é de mais trabalho: "Eu estou preparando um novo disco, eu vou deixar para gravar no ano que vem. Venho trabalhando com alguns artistas e espero que dê certo", adianta.

 

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

 

 

Na tevê

 

Também conhecido pela participação em novelas, Sater faz um balanço positivo dessa fase da carreira (com participações em novelas como Pantanal, Ana Raio e Zé Trovão e O rei do gado) em relação ao trabalho nos palcos: "foi bom para divulgar minha imagem, eram personagens musicais, levou meu som para longe, eu pude ter um trabalho popular".

 

 

Serviço

Almir Sater

Centro de Convenções Ulysses Guimarães (Eixo Monumental). Sexta (21/9), às 21h. Ingressos a R$ 140 (inteira) e R$ 70 (meia-entrada) – poltrona superior; R$ 220 (inteira) e R$ 110 (meia-entrada) – poltrona especial; R$ 240 (inteira) e R$ 120 (meia-entrada) – VIP lateral; R$ 320 (inteira) e R$ 160 (meia-entrada) – poltrona VIP. Classificação indicativa livre

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES