Brasília-DF,
17/DEZ/2018

Representações da memória são a temática da mostra artística 'Pélago'

Exposição 'Pélago' reúne cinco artistas para falar da relação de lembranças com objetos e espaços

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:21/09/2018 06:04Atualização:20/09/2018 16:58

As peças de Isadora Almeida estão entre as que compõem Pélago (Matheus Lucena/Divulgacao)
As peças de Isadora Almeida estão entre as que compõem Pélago

 

A memória foi o tema proposto pela curadora Malu Serafim para os cinco artistas que integram a mostra Pélago, em cartaz a partir de amanhã, no espaço A pilastra. Isadora Almeida, Stênio Freitas, Cecília Lima, Helena Dalbone e Rômulo Barros se debruçaram sobre os significados e relações da memória, dos objetos e dos espaços que os abrigam para idealizar as obras expostas.

 

"Cada um foi para um lado do que seria uma interpretação da memória e do afeto", explica a curadora, que partiu de um estudo do filósofo francês George Didi-Huberman para trabalhar o tema. No texto, o filósofo faz um paralelo entre uma cena da Odisséia, na qual Ulisses contempla o mar e lembra da mãe, e as remissões possíveis nos objetos utilizados em obras de arte.

 

A memória do espectador também é contaminada pela ressignificação dos objetos proposta pelos artistas. Na galeria, estão obras em tricô, como as confeccionadas por Rômulo e Helena, intervenções com grafite sobre as quais o próprio autor pinta outras imagens, caso de Stenio, e uma instalação assinada por Cecília, que traz vasos remendados para falar de como o homem lida com as rupturas e as perdas da vida.

 

Serviço

Pélago

Abertura neste sábado (22/9), às 16h, no espaço A Pilastra (QE 40, conjunto D, lote 38, apto 101). Visitação até 20 de outubro, de terça a sábado, das 14h às 21h.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES