Brasília-DF,
14/NOV/2018

África em evidência: Festival Puroritmo abre as portas a partir desta sexta

Festival Puroritmo celebra as culturas africana e afro-brasileira neste fim de semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Rebeca Borges* Publicação:28/09/2018 06:00Atualização:27/09/2018 22:47
O grupo Filhas de Oyá é uma das atrações do Festival Puroritmo (Tato Comunicação/Divulgação)
O grupo Filhas de Oyá é uma das atrações do Festival Puroritmo


A cultura africana será celebrada no CCBB a partir desta sexta-feira (28). O local recebe a 13ª edição do Festival Puroritmo —  África até domingo (30). A iniciativa será marcada por diversas atrações que abordam temáticas relacionadas às tradições africanas e afro-brasileiras. 
 
A festa será embalada por artistas como o grupo de percussão Filhas de Oyá, composto por 16 mulheres que apresentam trabalhos com inspiração nos ritmos maracatu, côco e ijexá. “Nosso trabalho bebe de várias fontes da música brasileira, que dialoga com a música de matriz africana”, ressalta Tati Jubé. Elas sobem ao palco do evento no domingo (30), às 18h30.
 
Tati explica que, para o grupo, se apresentar no mesmo evento que receberá artistas nacionais e internacionais de grande relevância para a música afro-brasileira e africana “é uma oportunidade única” estar com essas pessoas.
 
Na parte musical, o CCBB será palco de nomes internacionais como a bailarina e cantora Fanta Konatê, da Guiné, e dos grupos Songhoy Blues, do Mali, e Horoyá, com artistas de Senegal e de São Paulo. Além disso, a festa receberá apresentação da maranhense Rita Benneditto, do baiano Lazzo Matumbi e do grupo Sussa Kalunga. Entre as atrações locais, estão os grupos Mandé Moba e  Afoxé Ogum Pá. Não para por aí: o Puroritmo contará com DJs como Chico Aquino, Nyack, Tudo, Odara, Sapo, Aisha e Yamina.

Feiras e oficinas

O festival também conta com uma feira de artesanato, organizada pela marca Diaspora009, que mescla moda e identidade negra.
 
Neste sábado (29) e domingo (30), o festival recebe oficinas de horta orgânica, com o projeto Horta Linda, de boneca Abayomi (símbolo de poder feminino na cultura africana) e turbantes africanos. 

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

Serviço

Festival Puroritmo —  África
Desta sexta-feira (28) a domingo (30), das 16h às 23h, no CCBB (SCES, tc 2; 3108-7600). Entrada franca. Classificação indicativa livre. Confira a programação completa no link.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES