Brasília-DF,
14/NOV/2018

Matheus Nachtergaele apresenta monólogo em homenagem à mãe

'Processo de conscerto do desejo' fica em cartaz de sexta até domingo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:09/11/2018 06:04Atualização:08/11/2018 18:35
O monólogo estrelado por Matheus Nachtergaele fala das lembranças da mãe dele a partir de poemas deixados por ela
 (Léo Aversa/Divulgaçãoo)
O monólogo estrelado por Matheus Nachtergaele fala das lembranças da mãe dele a partir de poemas deixados por ela
 
É um encontro com a própria mãe que Matheus Nachtergaele propõe em Processo de conscerto do desejo, em cartaz de sexta a domingo na Caixa Cultural. Nascido de um conjunto de 30 poemas escritos pela mãe, morta quando o ator tinha três meses, o monólogo traz a voz materna permeada por canções e versos sobre diversos aspectos da vida.

Nachtergaele recebeu os poemas datilografados quando completou 16 anos. Foi após uma conversa na qual o pai contou ao filho sobre o suicídio da mãe. Ficou para o menino um enorme vazio, mas também a indicação de um caminho. Leitora ávida, Maria Cecília deixou uma biblioteca consistente que ajudou a conduzir Nachtergaele para o mundo da dramaturgia. “Acredito que tenho preparado esse espetáculo pela minha vida toda, até mesmo antes de conhecer os poemas”, diz o ator.

No palco, ele vive a mãe e ele mesmo. Além dos poemas, há músicas. Maria Cecília tocava violão e, ao longo da vida, Nachtergaele aprendeu, graças ao pai, quais eram as canções preferidas da mãe. “Minha mãe tocava violão muito bem e conheceu meu pai nas rodas de violão na USP. Meu pai foi fundador da Traditional jazz band, tocava banjo e ela frequentava ensaios. Botei no espetáculo as músicas que sei que ela gostava muito”, avisa o ator, que passou por vários processos emocionais e filosóficos para montar o espetáculo.

Serviço
Processo de conscerto do desejo

Textos: Maria Cecília Nachtergaele. Direção e Interpretação: Matheus Nachtergaele. De sexta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h, na Caixa Cultural. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia).

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES