Brasília-DF,
20/SET/2019

Exposições falam de intimidade e repetições na CAL até 20 de novembro

Não há propriamente uma temática comum entre os trabalhos de Mariana Destro, João Diniz, Renata Malheiros e Rômulo Barros, montados na galeria do subsolo da galeria

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:16/11/2018 06:00Atualização:16/11/2018 08:44
Exposições 'Teima' e 'O Lado Côncavo' na CAL. Obra da artista Ana Calzavara 
  (Éverton Ballardin/Divulgacao)
Exposições 'Teima' e 'O Lado Côncavo' na CAL. Obra da artista Ana Calzavara


Para criar intimidade entre os visitantes e as obras, a curadora Natália Amorim idealizou uma expografia na qual é preciso se aproximar e, às vezes, até entrar nas instalações de O lado côncavo, em cartaz na Casa da Cultura da América Latina (CAL). Não há propriamente uma temática comum entre os trabalhos de Mariana Destro, João Diniz, Renata Malheiros e Rômulo Barros, montados na galeria do subsolo da galeria.

Ali, é preciso se acostumar ao ambiente escuro e penetrar nas barracas ou tendas montadas para receber as instalações. “A proposta era alterar o modo como as pessoas se relacionam com a obra, criando uma relação mais íntima”, avisa a curadora. “A poética dos artistas varia bastante, mas o espaço proporciona uma relação mais próxima e os trabalhos foram escolhidos pensando nisso.”

Teima, também em cartaz na CAL, parte da experiência do erro durante o planejamento da obra. A ideia das artistas Marina Zilbersztejn e Ana Calzavara surgiu durante um simpósio no Japão sobre a incorporação e o aprendizado com os erros cometidos durante o processo de criação da obra.

Enquanto Ana trabalha com fotografias e gravuras, Marina pesquisa imagens esquemáticas como mapas e diagramas utilizados para representar fatos. “Trabalho admitindo manchas, fissuras e falhas que, em princípio, não seriam aceitáveis”, explica. Repetições e o aspecto gráfico fazem parte do modo de trabalho das duas artistas.

Serviço 

Teima, de Marina Zilbersztejn e Ana Calzavara
O Lado Côncavo
Curadoria: Natália Amorim. Com obras de : Mariana Destro, João Diniz, Renata Malheiros e Rômulo Barros. Visitação até 20 de novembro, diariamente, das 9h às 19h, na Casa da Cultura da América Latina - CAL (SCS Quadra 4, Ed. Anápolis)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES