Brasília-DF,
17/DEZ/2018

Espetáculo 'Tabus?' aborda questões atuais e polêmicas

O trabalho, dirigido por Rafael Soul, trata de temas como a relação com dinheiro, masturbação feminina e homossexualidade

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinicius Nader Publicação:07/12/2018 06:06
Temas que incomodam a sociedade estão expostos em Tabus? (Humberto Araújo/Divulgação)
Temas que incomodam a sociedade estão expostos em Tabus?

Seis familiares e o enfermeiro de um deles estão reunidos. O que poderia ser um momento de confraternização e descontração torna-se um desfile de assuntos que nos fazem corar, mas que precisam ser trazidos à luz. Munido de uma fictícia lente de aumento, o diretor Rafael Soul, a dramaturga Letícia Diniz e a trupe da Fábrica de Teatro fazem justamente isso em Tabus?, espetáculo que estreou há cinco anos e volta este fim de semana ao palco do Espaço Cultural H2O.

O diretor Rafael Soul conta que a pesquisa para Tabus? começou com os sete pecados capitais, mas acabou se estendendo para assuntos como incesto, gula, relação com dinheiro, masturbação feminina, homossexualidade e tantos outros. “Jogamos uma lente de aumento sobre nosso universo de hipocrisias. É como se, dentro daquela sala, os assuntos não fossem proibidos. Só ali nos damos certas liberdades”, afirma Rafael. 

“A gente vê que assuntos, como incesto e assédio, são evitados na escola ou nas famílias, por exemplo. Mas deveria acontecer exatamente o contrário para que a criança saiba agir em caso de abuso”, completa.

Rafael ressalta que a identificação com pelo menos um dos temas é certa. “Claro que as pessoas muitas vezes não veem em si aquela situação, mas no vizinho ou no amigo”, diverte-se Rafael. 

Não pense que esse certo incômodo é exclusividade da plateia: “Fizemos algumas alterações para esta temporada, com a inclusão de temas e cenas. A versão anterior era mais experimental. Agora, incomoda mais. Tem coisas que a gente também tem dificuldades de assistir.”

Serviço

Tabus?

Espaço Cultural H2O (Quadra 101 Conj. 12 Lj. 7, Recanto das Emas). De sexta (8/12) a domingo (10/12), às 20h. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 18 anos.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES