Brasília-DF,
19/MAI/2019

Exposição de Cecília Mori mostra o desafio de mexer borracha automotiva

Mostra está em cartaz no Setor Comercial Sul

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nahima Maciel Publicação:14/12/2018 06:04Atualização:13/12/2018 18:37
O espaço da Casa da Cultura da América Latina é deleite para Cecília Mori em Deleite mínimo para conquistas espaciais (CAL/Divulgação)
O espaço da Casa da Cultura da América Latina é deleite para Cecília Mori em Deleite mínimo para conquistas espaciais


Cecília Mori se encantou pelas borrachas automotivas há algum tempo. Começou com peças pequenas, com as quais construiu objetos e instalações. Aos poucos, se aventurou em tamanhos maiores até chegar às esculturas apresentadas na galeria de bolso da Casa da Cultura da América Latina (CAL).

Deleite mínimo para conquistas espaciais nasceu de um embate com o próprio material que, apesar de flexível, não é fácil de manipular. "É um emaranhado de borracha", avisa Cecília. "E tem dimensão maior, tem borracha ali de 30 metros."

É a primeira vez que Cecília cria uma obra especialmente para a galeria que também serve de vitrine para a CAL. "Esse espaço é um mimo. Adoro. Não só pelo tamanho —  ele tem especificidades que considero verdadeiros desafios: é uma vitrine, então nunca vai ser um cubo branco de uma galeria. É um desafio de montagem", explica.

A artista espera que a escultura sirva de convite para quem circula pelo Setor Comercial Sul, onde está localizada a galeria. "Trabalho com materiais ordinários, eles são um convite para quem está do lado de fora ver como a arte pode mudar os objetos", explica.

Também na CAL, mas nas galerias interiores, a baiana Vera Parente apresenta Materialidade, uma série de gravuras em metal, de grandes dimensões, nas quais se apropria de temas urbanos, como a vida nas cidades, para fazer leituras ora figurativas, ora abstratas.

Serviço
Materialidade - Exposição de Vera Parente
Deleite mínimo para conquistas espaciais - Exposição de Cecília Mori
Casa da Cultura da América Latina (CAL/UnB SCS Qd. 4 Edf. Anápolis). Visitação até 15 de janeiro, diariamente, das 9h às 19h. Entrada franca. Classificação livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES