Brasília-DF,
23/MAR/2019

Trio de mulheres apresenta o recital 'O negro e sua música'

O objetivo é desmistificar a elitização do erudito e valorizar a cultura negra

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinícius Veloso* Publicação:08/03/2019 06:00
Recital comandado por Aida Kellen surge com a intenção de desmistificar a elitização do erudito e valorizar a cultura negra (Josuel Junior/Divulgação)
Recital comandado por Aida Kellen surge com a intenção de desmistificar a elitização do erudito e valorizar a cultura negra


A valorização da história do negro foi a maior motivação para a criação do projeto O negro e sua música, idealizado por Aida Kellen. Com a intenção de apresentar a música erudita para a população que não tem acesso a concertos, o trio formado por Luciana Oliveira (bateria, percussão), Duly Mitelstet (piano) e Aida Kellen (soprano) prepara uma nova abordagem para a relação do negro com o estilo musical.

"Um dos maiores objetivos desse recital é desmistificar o negro preso somente ao pagode. Podemos cantar todos os ritmos, não somente jazz e samba, inclusive no meio erudito. Temos poucos cantores negros eruditos e de referência para as crianças de periferia. A maior importância do espetáculo é viabilizar essa oportunidade para todos", conta Aida Kellen.

A apresentação, que ocorre sábado (9/3) e domingo (10/3) no Espaço Cultural Renato Russo, chega com referências de compositores que escreveram sobre a história do negro nas músicas. Segundo a soprano, a dificuldade de encontrar mulheres ou negros que representam esse estilo é grande.

Ainda elitizada

"A música erudita no Brasil é muito elitizada. Ela fica restrita a somente uma classe social. Infelizmente, a maioria dos compositores que nós vamos interpretar não são negros. São músicas de poetas que defenderam a causa do negro, pessoas que se encantaram com as religiões afro e decidiram eternizar isso através da música."

Mesmo com a falta de representatividade, o recital conta com três mulheres em palco. "O que a gente tem feito é tentar popularizar esse estilo, fazendo com que a população tenha mais acesso e se apaixone também. Não podemos restringir, temos que apresentar para todos e garantir o direito de escolha", exclama Aida.

*Estagiário sob a supervisão de Igor Silveira.

Serviço
O negro e sua música
Espaço Cultural Renato Russo (508 Sul) Sábado (9/3), às 20h e domingo (10/3), às 19h. Espetáculo de música erudita com o trio formado por Aida Kellen, Luciana Oliveira e Duly Mitelstet. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Classificação indicativa livre.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES