Brasília-DF,
15/SET/2019

Peça 'Casar pra quê?' chega à capital pela terceira vez

Dirigida por Eri Johnson, o espetáculo conta a história de personagens recém-casados

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
João Paulo Zanatto* Publicação:31/05/2019 06:02Atualização:30/05/2019 18:02
'Casar pra quê?' brinca com a ideia do casamento (Deca Produções/Divulgação)
'Casar pra quê?' brinca com a ideia do casamento

Os embaraços do casamento sempre atraem grande público às salas de teatro. Neste fim de semana, volta a Brasília o espetáculo Casar pra quê?, com os atores Michelle Martins e Alessandro Anes e direção de Eri Johnson.

Há 12 anos em cartaz pelo Brasil, a peça cumpre a terceira temporada na capital federal. O texto, desenvolvido por Alessandro Anes, foi adaptado ao longo dessa trajetória para permanecer com assuntos atuais. “No início, lá em 2006, quando eu estava escrevendo o texto, eu pegava muita piadinha de internet, da (revista) Playboy e ia adaptando para não ter nada vulgar em cena, pois não precisamos desse tipo de apelo. Agora, continuo sempre atualizando o texto, fazendo essa repaginação das situações do cotidiano”, conta Alessandro ao Correio.

A montagem é feita de esquetes e conta a história de personagens recém-casados e as diversas brigas por conta das diferenças que existem entre eles. “As crises começam por diversos motivos, como o futebol de que o marido não abre mão, videogame, questões das redes sociais, entre outros fatores cotidianos”, diz o ator.

Com tanto tempo de estrada, o espetáculo é diversão do início ao fim, garante Alessandro Anes. “Apesar de não ser uma peça com atores famosos, nosso espetáculo já tem um nome. Casar pra quê? tem um apelo muito grande. É 1 hora e meia com as pessoas gargalhando, às vezes temos que esticar um pouco o tempo porque não dá pra competir com a risadas”, aponta.

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

Serviço
Casar pra quê? 
Teatro dos Bancários (314/315 Sul). Sábado (1º/6), às 21h; e domingo (2/6), às 19h. Ingressos a R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada). Assinantes do Correio têm 60% de desconto na inteira. Não recomendado para menores de 14 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES