Brasília-DF,
16/JUL/2019

Festa junina do Setor Comercial Sul mistura tradição com forró e funk

O evento vai além e quer promover impacto social

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Nicole Mattiello* Publicação:14/06/2019 06:03Atualização:13/06/2019 18:49
O grupo Fulô do Cerrado é uma das atrações da Formação de Quadrilha (Davi Mello/Divulgação)
O grupo Fulô do Cerrado é uma das atrações da Formação de Quadrilha

Faltando apenas 10 dias para o São João, a capital festeja um dos meses mais esperados do ano. Assim como as celebrações cheias de novidade do carnaval, as festas juninas do DF esse ano não deixam a desejar. Tem festa para todos os gostos: tradicional, balada, show, família. Entre eles, a primeira edição da festa junina que vai ocorrer no Setor Comercial Sul, a Formação de Quadrilha, uma união da tradicionalidade das comidas típicas e das brincadeiras para crianças, com balada de forró e funk.

O empreendedor social Caio Dutra, 28 anos, conta que sempre foi um sonho do coletivo No Setor realizar uma festa junina no coração de Brasília. “A gente idealizou a festa para ter a união do tradicional com as baladinhas que já vêm acontecendo aqui no Setor Comercial Sul. A ideia é que, nas primeiras horas de evento, seja com comidas típicas, brinquedos para que as famílias e as crianças possam participar e, à noite, a partir das 22h, seja mais balada mesmo, com forró e com funk. O funk é a marca registrada da Formação de Quadrilha”, disse.

Social

Além de fazer uma festa junina “que foge do tradicional”, o coletivo também se preocupa com o desenvolvimento do Setor Comercial Sul. Por meio de uma empresa terceirizada, eles contrataram moradores do setor para trabalhar na limpeza nos dois dias de evento. A remuneração é a mesma que a dos funcionários que não são moradores.

“Eu acho que a importância dessa festa junina é justamente na inovação. A nossa ideia de arraiá aqui é envolver cada vez mais a comunidade do setor, para que a comunidade e o comércio daqui enxerguem a importância desse tipo de confraternização, e entendam que é uma oportunidade para trazer mais resultados que impactem a comunidade de uma maneira legal e tenham sustentabilidade tanto da parte de meio ambiente quanto da parte social”, afirma. A expectativa é que cerca de 3,5 mil pessoas frequentem o evento neste fim de semana.

*Estagiária sob supervisão de Igor Silveira

Serviço
Festa Junina no SCS — Formação de Quadrilha
Sábado, das 18h às 6h. Ingressos: R$ 5 (até 23h30), R$10 (até 0h30), R$15 (após 0h30). Domingo, das 17h às 1h. Ingressos: R$ 5. Entrada somente em dinheiro. Classificação indicativa livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES