Brasília-DF,
13/OUT/2019

Myriam Glatt surpreende com obras que fogem do tradicional

A artista carioca trouxe a exposição 'Plano pictórico piloto' para Brasília

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Roberta Pinheiro - dired Publicação:09/08/2019 06:05
Mostra está em cartaz no Museu dos Correios (BriefCom Comunicação/Divulgação)
Mostra está em cartaz no Museu dos Correios

“O artista tem que arriscar, sair da zona de conforto, inventar.” A afirmação é da carioca Myriam Glatt. Pela primeira vez, a artista plástica, formada em arquitetura pela Universidade Santa Úrsula (RJ), apresenta suas obras na capital federal e expande o olhar para enxergar Brasília. Na exposição Plano pictórico piloto, em cartaz no Museu dos Correios, Myriam caminha da pintura floral chegando ao construtivismo dos azulejos de Athos Bulcão.

Há três anos, imbuída da vontade de mudar o suporte e sair da linha tradicional, Myriam encontrou nos descartes, principalmente no papelão, sua nova ferramenta. A artista manipula o material e monta, a partir dele, composições florais e outras imagens ligadas à natureza. Também usou jornal impresso e caixas de fósforo para criar módulos e imagens geométricas. “Aqui, tem uma ideia de construtivismo, já uma preparação para a mostra em Brasília”, comenta Myriam.

Isso porque, para a capital federal, ela expõe um painel inédito com vários azulejos inspirado nos desenhos de Athos Bulcão. “Como artista e arquiteta, escutei a cidade que estou fazendo a minha exposição. Cada azulejo tem uma individualidade, pesquisei elementos mais significantes para representar”, explica. Escuta instigada também pelo curador da mostra, Ivair Reinaldim.

Na individual no Museu dos Correios, Myriam apresenta 10 obras, divididas em três núcleos, e, pela primeira vez, ela se aventura em uma temática mais urbana. Sua relação com a cenografia transformou a pintura da artista em monumento e sua personalidade deu cor e vida a cada trabalho.

Serviço
Plano pictórico piloto

Abertura nesta sexta-feira (9/8), às 19h. Visitação até 6 de outubro, de terça a sexta, das 10h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, no Museu dos Correios (SCS, Q. 4, Bl. A, nº 256 - Ed. Apolo)

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES