Brasília-DF,
15/SET/2019

Plebe Rude retorna à cidade natal para show neste sábado

O grupo brasiliense se apresenta no Galpão 17

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Lucas Batista* Publicação:23/08/2019 06:07Atualização:22/08/2019 18:02
Philippe Seabra, guitarrista e vocalista da Plebe, revelou que a banda vai tocar duas músicas inéditas
 (Mateus Mondini/Divulgação)
Philippe Seabra, guitarrista e vocalista da Plebe, revelou que a banda vai tocar duas músicas inéditas

Tradicional banda do punk rock brasileiro, a Plebe Rude retorna a Brasília para finalizar a turnê Primórdios, com apresentação amanhã. Com temática sobre a ditadura militar, o show traz músicas compostas entre 1981 e 1983, mas ainda assim atuais. “São canções de 36 anos atrás, mas que precisamos tocar até hoje. Continuamos cumprindo nosso papel de cidadãos ao questionar o máximo que podemos. A Plebe é um antídoto a tudo que está acontecendo”, afirma o guitarrista e vocalista da banda, Philippe Seabra em entrevista ao Correio.

Para a apresentação no Galpão 17, a banda promete trazer a experiência do bom e velho rock'n'roll das históricas casas noturnas de São Paulo. “Nossa ideia é mostrar como funcionavam as casas undergrounds dos anos 1980, nos primórdios do rock brasileiro. O Galpão tem um espaço bacana e vamos poder tocar bem alto, ao nosso estilo”, diz Phillipe. A abertura do show será por conta do também brasiliense Marcelo Marcelino e da banda Filhos da Revolução, que faz tributo à Legião Urbana.

É a primeira vez, que a Plebe Rude toca em sua cidade natal neste ano e vem para encerrar a turnê, já com trabalhos novos na bagagem. “Dizia para o Renato Russo que se não fosse Brasília, nada disso teria acontecido, é sempre especial voltar para onde surgimos”, conta o guitarrista que também revelou novidades: “Vamos tocar duas músicas inéditas do nosso trabalho que ainda vai ser lançado”.

Essas duas canções fazem parte do disco Evolução, 10º álbum na carreira da banda, que terá 28 músicas inéditas, com uma visão única da trajetória do homem no planeta Terra. O novo trabalho vai explorar também o formato de teatro musical, com direção de Jarbas Homem de Mello, ator consagrado do ramo.

O álbum, que será também uma turnê, sairá ainda este ano, com participações especiais como a do comentarista e ex-jogador Walter Casagrande na narração da música-tema Evolução. Para o espetáculo, que irá a cartaz apenas em 2020, a banda contará com a voz da jovem cantora Ana Carolina Floriano, de apenas 11 anos, e vai misturar peças de violão clássico, orquestrações, sem esquecer do tradicional rock'n'roll.

Serviço
Plebe Rude 
Galpão 17 (SMAS, AE G, Cj. A, Lts 16 e 17, SIA). Sábado (24/8), às 19h. Show da banda Plebe Rude com abertura de Marcelo Marcelino e Filhos da Revolução. Ingressos a partir de R$ 30. Não recomendado para menores de 18 anos.

*Estagiário sob supervisão de Igor Silveira

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES