Brasília-DF,
18/NOV/2019

Caia na balada: Festa Play! comemora 11 anos com evento especial de rock

Confira outros eventos que movimentam o Distrito Federal

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:30/08/2019 06:02Atualização:29/08/2019 18:22
A festa Play! será realizada na Piscina de Ondas do Parque da Cidade (Play!/Divulgação)
A festa Play! será realizada na Piscina de Ondas do Parque da Cidade


A Play!, tradicional festa de rock em Brasília, comemora 11 anos em grande estilo na Piscina com Ondas. A edição será uma parceria com os projetos Ocupação Contém e MimoBar, num formato mais cedo, neste sábado (31/8), a partir das 20h.

Rafael Ktuh, sócio da Play!, conta o motivo da atração ser considerada tradicional após mais de 10 anos de história na cidade. "A gente considera a Play! um patrimônio da cena alternativa de Brasília por ser o único e maior expoente em festa rock da capital. O rock até deu um declínio nos últimos anos, mas ele não desaparece, e a Play o puxa de volta para Brasília", diz.

Com formato de discotecagem, a festa já conectou muitas pessoas, trazendo artistas de cunho nacional e internacional. As novidades para essa edição é o espaço, já que agora a Play! muda de local conforme a tendência dos brasilienses.

Outro diferencial é que a balada não está mais tão rígida com o estilo musical, e abre espaço para além do hard rock. "Nosso diferencial é comunicar com vários públicos, não ficar tão nichado. A gente quer apresentar a Play! como uma festa que é de rock, mas que agrega pessoas de todos os estilos", conclui Rafael. Nas atrações, os DJs Chicco Aquino (foto, idealizador da Tônica e da Makossa) e A (residente da Melanina), que comprovam essa abertura da balada. Ingressos a partir de R$ 20. Não recomendado para menores de 18 anos. 

(Nicole Mattiello*, estagiária sob supervisão de Igor Silveira)


Festa jazzística


A Cervejaria Criolina (SOF Sul, Qd. 1), em parceria com o projeto Jazz no Porão, promoverá nesta sexta-feira (30/8) uma noite de apresentação da banda Brasília Samba Jazz (foto). Composta por Sandro Souza (bateria), Iara Gomes (piano), Oswaldo Amorim (contrabaixo), Daniel Rodrigues (trombone), Lívio Almeida (sax) e Marcos Santos (trompete), a banda é conhecida por fazer uma mistura do samba com o jazz norte-americano, resgatando arranjos e timbres de canções gravadas nas décadas de 1950 e 1960. No repertório, músicas de Milton Banana, Moacir Santos e Elza Soares. Na apresentação de sexta, o grupo contará com a participação especial de Leonel Laterza e Ana Beatriz. Nos intervalos tem discotecagem em vinil com o DJ Wash. O VJ Nibêra comanda as projeções visuais. A casa abre às 20h e o show está previsto para as 22h30. Entrada a R$ 25 (antecipado) e R$ 30 (na hora). Aniversariantes do dia têm entrada franca. À venda em www.sympla.com.br. Valores de meia-entrada. Não recomendado para menores de 18 anos.

Momento de nostalgia


O tradicional Forró Ispilicute embala as noites de sexta-feira na capital federal há 13 anos com o melhor do forró, celebrado tanto nas atrações musicais, quanto nas aulas oferecidas no baile. Recentemente, a festa mudou de local com edições no 305 Pub (305 Norte). Mas, nesta sexta, a partir das 20h, o baile volta às origens com a Edição da Saudade promovida no Cota Mil Iate Clube (SCES, Tc. 2), local em que o evento surgiu. O rastapé será comandado pela banda Raízes do Sertão e o DJ Lêu. Criado em 2006 em Brasília, o grupo fará um passeio pelas canções clássicas do forró pé-de-serra, além de apresentar o trabalho autoral, como a música Promessa de amor, lançada neste ano nas plataformas digitais. A entrada custa R$ 20 (com nome na lista até as 22h e para estudantes) e R$ 25 (sem nome na lista e após as 22h). A lista é feita com base na confirmação no evento no Facebook até as 17h de hoje.

Carnaval fora de época


O Bloco Pequila, iniciativa carnavalesca que nasceu da festa de mesmo nome, terá uma edição fora de época no domingo no Outro Calaf (SBS, Qd. 2). Com entrada gratuita, o evento trará o clima da folia com atrações que tocarão desde ritmos latinos, como reggaeton e merengue, a batidas brasileiras. O som ficará a cargo dos DJs Pequi, idealizadora e residente, Emidio, Libertina (do Bloco Vai Com As Profanas) e May Paiva, a Pequileira. Não recomendado para menores de 18 anos.

Funk e música eletrônica


Entre sexta e sábado, a Pink Elephant (SCES, Tc. 2) será palco de festas com atrações da música eletrônica e do funk. Sexta, às 23h, quem comanda a pista de dança é a dupla de DJs Dubdogz. Formado pelos gêmeos Marcos e Lucas Schmidt, o duo mistura deep house e nu disco em faixas como Techno prank, Dog days e Bass. Sábado será a vez do funkeiro MC Lan (foto), a partir das 23h. Conhecido pelo hit Rabetão, o paulista fará um show com os principais sucessos da carreira e também do cenário atual do funk. Ingressos a R$ 20 (mulheres) e R$ 40 (homens), para cada um dos dias. Valores de meia-entrada. À venda no aplicativo da Pink Elephant. Não recomendado para menores de 18 anos.

Outros agitos


Sábado, a partir das 22h, o Velvet Pub (102 Norte) recebe a festa 00’s Hits 2000. O evento celebra as músicas dos anos 2000 nos sets dos DJs Keyler e Jéssica Lara, que se apresentam em dupla, Liz V. e Weird Rockers. Entrada a R$ 20 (até as 23h) e R$ 25 (após). Valores de meia-entrada e sujeitos a alteração. Não recomendado paramenores de 18 anos.

No domingo, às 22h, o Parque Olhos D’água será palco de um café da manhã regado a chorinho. Promovido pelo projeto Café com Chorinho, o evento é colaborativo e a roda aberta ao público. A entrada é franca, mas é pedida uma contribuição para o café da manhã. Classificação indicativa livre.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES