Brasília-DF,
22/OUT/2019

Companhia Brasileira de Teatro apresenta obra 'Por que não vivemos?'

Peça teatral com Camila Pitanga e direção de Marcio Abreu faz o presente dialogar com um futuro desconhecido

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinícius Veloso* Publicação:13/09/2019 06:01

O espetáculo nasceu do texto do escritor russo Anton Tchekhov
 (Nana Moraes/Divulgação)
O espetáculo nasceu do texto do escritor russo Anton Tchekhov

 

A Companhia Brasileira de Teatro retorna aos textos clássicos interpretando uma obra escrita pelo dramaturgo russo Anton Tchekhov. Sob o comando de Marcio Abreu na direção e estrelando Camila Pitanga, a inédita peça Por que não vivemos? chega à capital federal.

 

O espetáculo surge com a intenção de tratar de temas que envolvem as transformações sociais e as mudanças internas do indivíduo, pensando em um legado para a geração do futuro. As críticas ao atual momento político do Brasil também se fazem presentes, como forma de resistência, comum em movimentos artísticos.

 

“Não precisei fazer muitos procedimentos de aproximações radicais com a realidade, porque a obra toda tem relações com questões muito urgentes para nós. É uma obra vasta, debruçada na perspectiva de uma sociedade que não pode viver a partir dos valores do momento e espera pela transição para um futuro desconhecido. A ligação com o momento do país é evidente”, explica o diretor.

 

A obra é dividida em três atos e conta com um intervalo entre eles. O público é importante na construção de um cenário audiovisual, visto que a encenação toma diferentes formas, fugindo do habitual palco. “É uma peça interativa, existe uma cumplicidade na ocupação de espaço. O parâmetro de convivência é muito importante”, pontua Marcio.

 

*Estagiário sob a supervisão de Igor Silveira

 

Serviço

Por que não vivemos?

CCBB (SCES Tc. 2) De quinta a domingo, das 19h30 às 22h0. Exibição da peça Por que não vivemos?. Ingressos a partir de R$ 15 (meia-entrada). Não recomendado para menores de 16 anos. Em cartaz até o dia 29 de setembro.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES